Fogo/Futebol: Cai o pano sobre campeonato regional de futebol do primeiro escalão com record de golos e de goleadas

 

São Filipe, 23 Abr (Inforpress) – O campeonato regional de futebol do primeiro escalão terminou este domingo, depois de realização de 90 jogos, distribuídos por 18 jornadas, mas com record de golos, 356, uma média de quase quatro golos por jogo (3.95).

A formação de Juventude, também bateu record pela negativa, ao não conseguir averbar uma única vitória em 18 jogos, sendo o máximo que conseguiu fazer é empatar três jogos e sofreu 15 derrotas, tendo marcado 18 golos, um por partida e sofrido 72 golos, quatro por jogo.

Bem perto ficou a formação de Baxada, que nos 18 jogos averbou uma vitória, dois empates e 15 derrotas, com 15 pontos, tendo marcado 21 golos, média de 1.1 golos/jogo e sofreu 96, média de 5,3 golos por jogo, e à semelhança de Juventude foi despromovida ao segundo escalão.

Na liderança, duas equipas, Vulcânico e Académica somaram 45 pontos, e ambas sofreram uma derrota e três empates, a formação do Vulcânico foi derrotada nos Mosteiros pelo No Pintcha, na segunda volta, e Académica derrotada, igualmente, na segunda volta pelo Botafogo.

As duas equipas empataram entre si por duas vezes, 2-2 na primeira volta e 1-1 na segunda volta e o Vulcânico empatou com Cutelinho, nos Mosteiros, na primeira volta e Académica empatou com ABC de Patim, na segunda volta.

Vulcânico marcou 66 golos, 3.6 golos por jogo em média e sofreu 12, média de 0.6 golos por jogo, enquanto Académica marcou 61 golos, média de 3.3 golos/jogo e sofreu 10 golos, média de 0.5 golos/jogo.

As equipas de Valência e de No Pintcha foram a sensação do campeonato, tendo classificados antes do Botafogo, Cutelinho e Spartak, equipas que já foram campeões regionais da ilha do Fogo, sendo que o Botafogo por várias vezes e o Cutelinho e Spartak por uma vez.

O Spartak, oitavo classificado, à frente dos despromovidos Baxada e Juventude, fez de resto a sua pior época de sempre no campeonato regional de futebol do Fogo.

Outro aspecto negativo a registar esta época futebolística foi a acusação mútua entre dirigentes, atletas e massa associativa do Vulcânico e da Académica, de compra de jogos e de resultados, situação de tal modo grave que merecia uma análise mais a fundo por parte da Associação, evitando a falta de verdade desportiva, que de resto tem registado nas últimas épocas.

Resultado completo da décima oitava e última jornada do campeonato regional de futebol do Fogo: Vulcânico 5 – Botafogo 0; Juventude 2 – Valência 5; Cutelinho 1 – ABC de Patim 0; Spartak 2 – No Pintcha 0 e Académica 14 – Baxada 0.

Vulcânicos, 66 golos marcados, 12 sofridos, 45 pontos, foi campeão regional com os mesmos pontos que Académica, que marcou 61 golos, sofreu 10, seguido de Valência com 37 marcados, 33 sofridos, 32 pontos,

O No Pintcha marcou 47 golos, sofreu 29 e tem 31 pontos; Botafogo 34 marcados, 21 sofridos e 31 pontos; Cutelinho, 29 marcados, 20 sofridos e 26 pontos; ABC de Patim, 25 marcados, 34 sofridos e 20 pontos,; Spartak 18 marcados, 27 sofridos e 19 pontos; Baxada, 21 marcados, 96 sofridos e cinco pontos e Juventude, 18 marcados, 72 sofridos e três pontos.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos