Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Fogo: São Filipe tornou-se nos últimos três anos num município endividado e estagnado – CPR do PAICV (c/áudio)

São Filipe, 02 Out (Inforpress) – O município de São Filipe tronou-se, nos últimos três anos, numa autarquia “endividada e estagnada”, considera a Comissão Política Regional (CPR) do PAICV – Fogo.

Numa conferência de imprensa para analisar a situação política em São Filipe, a CPR do PAICV, através do seu porta-voz, Euclides Fernandes, considera que o município está “estagnado” porque a actual equipa camarário revela uma “fraca” capacidade de gestão e execução de projectos, reflectida na baixa taxa de execução orçamental.

“Nestes três anos de governação, não obstante a câmara ter contraído um empréstimo para investimento desde 2017 no valor de 150 mil contos muitos dos projectos contemplados ainda não foram executados”, disse o porta-voz, apontando como exemplos a requalificação de polidesportivos, construção do matadouro municipal, arrelvamento do campo de Lém, construção do centro multiuso de Beltchés, das placas desportivas de Jardim/Batente.

Segundo Euclides Fernandes, o município conheceu um “endividamento exacerbado de centenas de milhares de contos, mas também uma gestão danosa do crédito de investimento”, justificando que “neste momento não há investimentos prometidos e nem o dinheiro contraído no empréstimo”.

Segundo o mesmo, as informações recebidas através das contas de gerência do ano passado, na altura dos 150 mil contos, apenas mil contos encontravam-se nas contas do município, montante que nem dava, no dizer do mesmo, para pagar uma prestação do empréstimo.

Além dos 150 mil contos, a câmara foi autorizada pela Assembleia Municipal a contrair mais um empréstimo junto das instituições de crédito no valor de 100 mil contos, mas com votos contra do grupo do PAICV na Assembleia Municipal, mas a CPR do PAICV desconhece se a autarquia já contraiu este empréstimo.

O problema não é a dívida porque, segundo a CPR, existem “dívidas boas” em que com o valor do empréstimo se realiza as obras, o que não é o caso em que os projectos não foram executados e nem há dinheiro.

Para o PAICV, esta é a maior dívida contraída pela câmara de São Filipe em toda a sua história, observando que nunca o município tinha solicitado empréstimo superior a 20 mil contos.

Para o PAICV o desempenho da equipa liderada por Jorge Nogueira é negativo e “revela a mais fraca de todos os tempos em São Filipe”, sublinhando que a actual câmara não cumpre as normas básicas do funcionamento.

Para tal citou várias situações, desde a não realização das reuniões ordinárias quinzenais, passando pela não apresentação de balancetes, as contas de gerência, relatórios, orçamentos e planos em tempo estipulado, a não realização de concursos.

No dizer do porta-voz da CPR, “existem fortes indícios de nepotismo e clientelismo na câmara de São Filipe, contrariando as promessas eleitorais de garantir a igualdade de tratamento e de oportunidades” justificando a posição com o alegado recrutamento de familiares e amigos dos eleitos municipais e do Movimento para Democracia (MpD – situação) pelo presidente da autarquia.

Em relação à política social, a CPR considera que o município continua com um grande número de habitações pertencentes a famílias pobres, situação que, segundo o porta-voz, Euclides Fernandes, levou algumas a “invadir” os edifícios inacabados do complexo Casa para Todos dos bairros de Cobom e Xaguate.

Neste particular, o PAICV (oposição) alerta a câmara para a necessidade de apostar numa gestão criteriosa, rigorosa e transparente dos parcos recursos e numa governação baseada numa visão e numa agenda de desenvolvimento direccionadas para a criação de igualdade de oportunidades e para o crescimento económico, criação de empregos, combate a pobreza e às desigualdades sociais, num ambiente de liberdade e de democracia.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos