Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Fogo: Quinze jovens beneficiam de formação em cozinha básica ministrada pela Escola de Hotelaria e Turismo

São Filipe, 13 Jan (Inforpress) – Quinze jovens do município de São Filipe beneficiam de uma acção de formação em cozinha básica ministrada pela Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde com uma duração de 80 horas, segundo a vereadora Vanilda Correia.

A vereadora de Acção Social, Saúde e Habitação da autarquia de São Filipe, Vanilda Correia, adiantou ainda que a formação, que surgiu na sequência de uma parceria existente entre a Câmara Municipal de São Filipe e o Ministério da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social, tem por finalidade assegurar aos agregados familiares recursos que contribuam para a satisfação das suas necessidades mínimas.

Além disso tem por objectivo o favorecimento de uma progressiva inclusão social e laboral e está enquadrado no projecto da Inclusão Social e Produtivo para as famílias beneficiárias do Rendimento Social de Inclusão possam ganhar autonomia financeira.

Os dez jovens beneficiários nesta primeira fase constam da lista de 277 agregados a serem beneficiados com acções de capacitação e actividades geradoras de rendimento no município de São Filipe.

No quadro do seu plano de actividade para 2022, a autarquia de São Filipe projectou a elaboração do Plano Integrado de Inclusão Social para a inserção de pessoas ou segmentos de pessoas em situação de maior vulnerabilidade, para facilitar o diálogo, estudo e planeamento, por meio de planos que possam subsidiar as acções com responsabilidade.

A elaboração do plano vai também permitir a consolidação das políticas de protecção e promoção social, no âmbito das políticas públicas garantidoras de direitos, regulamentadas com padrões de qualidade, critérios, transparência e controlo social.

O objectivo é aprimorar as acções e serviços, implementação de decisões mais assertivas, a gestão da política municipal de assistência social de modo a reorganizar e modernizar a assistência social, assim como fortalecer, ampliar e restruturar a rede de serviços no sector.

Segundo o documento, a elaboração do plano vai permitir implantar novos programas e serviços que possam atender a demanda do município, ter um documento que regula e norteia a execução da política de assistência social.

Outro projecto previsto está relacionado com o incentivo ao micro-empreendedorismo e Actividades Geradoras de Rendimentos (AGR), sobretudo no sector primário, facilitando assim o acesso a crédito e a apoios técnicos, para transformar São Filipe e a ilha numa região produtiva e abastecedora do mercado nacional, geradora de oportunidades de empregos, rendimentos e riqueza.

O objectivo é criar condições para a intensificação da produção local, atrair investidores no sector primário, promover a competitividade de produtos locais no mercado nacional e propiciar oportunidade de emprego.

Em relação às pessoas com necessidades especiais pretende implementar projecto virado para apoiá-las e oferecer-lhes condições que permitam melhorar a sua situação económica, social, educativa e de participação na vida social, com vista a reduzir e eliminar os obstáculos impostos pela sua condição e consequente vulnerabilidade.

Pretende-se igualmente dar-lhes maior empoderamento económico e social, melhorando a sua qualidade de vida, ter uma base de dado das pessoas com necessidades especiais, incentivá-las para participação plena na sociedade, assim como promover acções de sensibilização e capacitação das famílias, agregados e comunidades com necessidades especiais.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos