Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Fogo: Projecto de modernização do aeródromo de São Filipe apresentado hoje

São Filipe, 12 Jul (Inforpress) – O projecto de modernização do aeródromo de São Filipe é apresentado hoje durante a sessão especial comemorativa dos 99 anos da elevação de São Filipe à categoria da cidade.

A apresentação de projecto pelos responsáveis da empresa de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA) é testemunhada pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, que chega esta manhã à ilha para presidir à cerimónia comemorativa dos 99 anos da cidade de S. Filipe.

Para o presidente da câmara de São Filipe, Nuías Silva, a modernização do aeródromo vai trazer mais conforto aos passageiros e será estruturante para a região Fogo/Brava.

Segundo o mesmo, o aeródromo carece de uma remodelação profunda para garantir maior conforto e constitui o primeiro passo para transformá-lo num aeroporto internacional que todos almejam.

Para além da apresentação do projecto de modernização do aeródromo de São Filipe, o primeiro-ministro vai também testemunhar a assinatura do protocolo para a extensão da Universidade de Cabo Verde com ensino superior presencial na região.

A assinatura do protocolo entre o Governo e a Associação dos Municípios da Região Fogo/Brava para a extensão da Universidade de Cabo Verde na cidade de São Filipe, contará, também, com a presença da secretária de Estado do Ensino Superior, Eurídice Monteiro.

A organização e implementação de programas e projectos voltados para a qualificação e desenvolvimento profissional dos técnicos da vulcanologia e geociências, cursos de nível superior ou de formação avançada, conferentes de grau, de especialização ou de carácter modular, seminários, workshops e actividades promotoras do desenvolvimento desses sectores fazem parte, desta parceria.

Para Nuías Silva, a extensão do ensino superior presencial na região Fogo/Brava representa a vontade de ambas as partes, do Governo, das câmaras da região e da própria universidade e representa uma ambição antiga das duas ilhas.

A criação de um centro universitário na região é um desafio, mas por enquanto a atenção está virada para a extensão da Universidade de Cabo Verde para a qualificação e desenvolvimento profissional na região.

A reitora da Universidade de Cabo Verde, Judite Nascimento, considera que há todas as condições materiais para a extensão do ensino superior à região, porque a universidade tem a experiência de implementação de cursos profissionalizantes.

Para além desta experiência, a reitora indicou que existem professores e investigadores muito ligados às ilhas do Fogo e da Brava por causa da investigação no domínio de vulcanologia e geologia e outros interesses que estão em negociação.

O programa do VIII Governo Constitucional, 2021/2026, preconiza a procura de soluções de proximidade como resposta especializada às necessidades locais e regionais de formação e emprego, através nomeadamente do alargamento da oferta do ensino superior às regiões em função das suas vocações e em alinhamento com as prioridades de desenvolvimento nacional, segundo uma nota do Gabinete do Primeiro-ministro.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos