Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Fogo: Ponto Zero simboliza o local de nascimento da cidade de São Filipe e da sua expansão – Nuías Silva

São Filipe, 13 Jan (Inforpress) – O presidente da Câmara de São Filipe, Nuías Silva, disse hoje, ao presidir ao acto de reposição do Ponto Zero, que este marco simboliza o local do nascimento da cidade e onde começou toda a sua extensão.

O Ponto Zero da cidade foi recolocado na praça das Bandeiras, no largo Fortim Carlota Joaquina e marca também o início da comemoração do centenário da elevação de São Filipe à categoria de cidade, que acontece a 12 de Julho de 2022.

“É um acto simbólico em comemoração do Dia da Liberdade e da Democracia e que assinala também o arranque da Semana da República em parceria com a Presidência da República e a programação do centenário da cidade”, disse Nuías Silva, lembrando que se tratou de um “acto bastante simples, mas que se revela de enorme importância”.

No espaço onde foi reposto o Ponto Zero, acontecia, segundo o mesmo, a maior parte dos eventos de manifestações culturais na cidade noutros tempos, como cavalhadas e corridas de cavalos, sublinhando que com a marcação do Ponto Zero a câmara está a marcar o início da comemoração do centenário de elevação de São Filipe, cuja programação será oficialmente apresentada no dia 18 com a presença do Presidente da República, para que todos possam agendar os grandes eventos para este ano e poder marcar presença naquilo que lhe é possível.

O acto também marcou a comemoração da Semana da República e a autarquia tem agendado um conjunto de inaugurações, começando na sexta-feira, 14, com a inauguração da Casa do Munícipe da zona sul, em Patim.

Segundo o autarca, mais do que uma delegação o conceito da Casa do Munícipe visa levar para as novas centralidades, nomeadamente para as vilas de Patim e Ponta Verde, serviços que são prestados nos centros urbanos de modo que as pessoas do mundo rural não percam muito tempo e poupam dinheiro para aceder aos serviços mais próximos das localidades.

Com isso, explicou, a câmara está a cumprir aquilo que é a sua missão de levar serviços às comunidades, criar novas centralidades e oportunidades e satisfazer os munícipes.

Nuías Silva anunciou ainda a inauguração das praças e dos parques infantis dos bairros de III Congresso e de Achada de São Filipe, e o anúncio de novas praças a serem requalificadas no ano do centenário.

Salientou que a câmara terá de ser capaz de dar atenção e funcionar como numa espécie de mordomo que cuida e embeleza a sua cidade, restaura o património construído que foi dilapidado ao longo dos anos para que todos se sintam orgulhosos da cidade, razão pela qual grande parte do orçamento é dedicado à questão da cidade.

Igualmente anunciou para o dia 17 o acto da demolição do actual estádio 5 de Julho para reerguer um novo estádio moderno, assim como toda a requalificação ambiental urbana dos bairros de Pé de Campo, Santa Filomena e Ponta Controlo.

“Todos os compromissos arrancam este ano, como a piscina municipal, a nova centralidade de Cruz dos Passos, a requalificação do Presídio, logo após as festas de São Filipe, a inauguração da rede de abastecimento de água domiciliária a Campanas de Cima, projecto de requalificação de Salinas orçado em 100 mil contos para criar uma nova centralidade turística e de espetáculo”, disse Nuías Silva.

Para o mesmo, o ano de 2022 vai ser de “grande ganho” e independentemente da situação de pandemia e da economia do país, a câmara está a dinamizar uma política para preparar a ilha e o município para grandes desafios pós pandemia e da retoma económica, mas lembrou que é preciso nesta fase um grande investimento para resgatar aquilo que é orgulho de São Filipe.

JR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos