Fogo: Perto de três dezenas de pessoas partiram de São Filipe para Ponta Verde na “caminhada de liberdade”

São Filipe, 13 Jan (Inforpress) – Uma média de três dezenas de pessoas partiu, por volta das 07:30, de São Filipe, na ilha do Fogo, em direcção a Ponta Verde na caminhada de liberdade promovida pelo MpD para assinalar o dia 13 de Janeiro.

O presidente da Região Política do Fogo do Movimento para a Democracia (MpD), Filipe Santos, que participou da “caminhada de liberdade”, que se enquadra na “semana da liberdade – 32 anos de democracia”, disse que além das cerca de três dezenas de pessoas que saíram de São Filipe, ao longo de percurso vão juntar-se mais participantes.

Segundo o mesmo, um grupo de pessoas está concentrado nas localidades de Santo António, Às-Hortas e Achada Mentirosa para participar e acredita que até chegar a vila de Ponta Verde o número de participantes será bem maior.

Por outro lado, disse que é a primeira vez que se realiza actividade do género e no período de manhã é normal que nem todos tenham participado.

“Esta caminhada de liberdade é para comemorar 32 anos de democracia e de liberdade. Hoje é um dia importante para a nação cabo-verdiana”, disse Filipe Santos, indicando que a partir de 1991 Cabo Verde passou a ter liberdade de imprensa, de expressão e de manifestação que antes não existia, liberdade da diáspora para participar livremente nas eleições e activamente na cidadania política, liberdade econômica, de circulação sem autorização prévia, de entre outras.

A escolha da comunidade de Ponta Verde para a celebração deve-se ao facto, segundo explicou Filipe Santos, ao plano de plantação de árvores de frutas, sobretudo nas zonas afectadas pelo incêndio de Maio de 2022 que consumiu várias centenas de espécies de fruteiras e florestais.

Além da caminhada e campanha de plantação de árvores, na vila de Ponta Verde, uma localidade onde o MpD tem um número significativo de militantes e apoiantes, está previsto almoço convívio com a população.

No município de Santa Catarina do Fogo o dia 13 de Janeiro é assinalado quer pela direcção local do MpD como pelo próprio município, com várias actividades culturais, desportivas e recreativas.

A nível municipal realizam-se hoje as provas de ciclismo e atletismo (masculino e feminino), sendo o atletismo no período de manhã e ciclismo no período da tarde.

A prova de atletismo masculino tem a meta de partida na localidade de Fonte Aleixo-sul e feminino na localidade de Roçadas, ambas com a meta de chegada na Cidade de Cova Figueira, enquanto que o ciclismo parte da localidade de Brandão (São Filipe) até o centro da cidade de Cova Figueira.

Aos três primeiros classificados das provas de atletismo (masculino e feminino) tem prémios monetários no valor de 15, 10 e 5 mil escudos, e no ciclismo o valor é de 20, 15 e 10 mil escudos.

Já a comissão política local do MpD tem programado actividades desportivas na vila de Achada Furna, nomeadamente torneio de futsal masculino e feminino e actividades recreativas e para o dia 20 de Janeiro a realização da caminhada de liberdade de Roçadas ao farol de Alcatraz e um convívio com os pescadores que operam em Alcatraz e Fajã, que segundo o responsável local, Michel Platiny, foram já convidados.

No município de São Filipe a câmara descentraliza as actividades relacionadas com a comemoração da semana da república, que decorreram de 13 a 20 de Janeiro para várias localidades do interior.

Segundo a vereadora pela área da Cultura, Lia Barbosa, hoje, 13 de Janeiro, às actividades lúdicas e culturais destinadas aos jovens e crianças acontecem em Cabeça do Monte, seguindo depois as localidades de Inhuco (14), Curral Ochô (15), Às-Hortas (16) e São Filipe, largo Cruz dos Passos (20).

JR/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos