Fogo: Perto de setenta expositores participam na oitava feira de produtos agroindustriais e derivados

 

São Filipe, 27 Abr (Inforpress) – Mais de seis dezenas de expositores participam na oitava feira de produtos agroindustriais e derivados, promovida pelo Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), em parceria com a Câmara Municipal de São Filipe, ilha do Fogo.

A feira, que conta com um total de 68 expositores, decorre entre hoje e sexta-feira no Largo de Cruz dos Passos, na cidade de São Filipe, e segundo a médica veterinária, Janice Silva, uma das responsáveis pela organização e montagem da feira, estão disponíveis mais de 30 stands distribuídos pelos vários subsectores.

O sector da horticultura dispõe de maior número de expositores com um total de 22, seguido do artesanato com um total de nove expositores, na sua maioria do sexo feminino.

No sector da pecuária, estão expostos para venda as marcas do queijo semi-industrial de Suifogo e Cutelinho e um outro expositor de lacticínios (queijo e leite) tradicional, um stand com produtos transformados de pecuária (carne) e outros dois expositores de peixe.

Em termos de animais estão expostos cabrito, porcos, coelho, patos e pombos, e em termos de café estão as marcas Fogo Coffee Spirit e Djar´fogo, e no sector de vinho estão presentes na feira o vinho das adegas Chã e Sodade, sendo esta última em parceria com licores dos Mosteiros, além de cabível, um dos patrocinadores desta edição da feira.

Igualmente estão expostos pastelaria e cozinha com participação de uma das padarias e um restaurante da cidade de São Filipe.

A Associação de Solidariedade para o Desenvolvimento, Soldifogo, uma das entidades reesposáveis pela atribuição de microcréditos, o Centro de Emprego e Formação Profissional estão igualmente nesta feira para divulgação dos seus serviços e produtos e no caso do Centro para divulgar possíveis acções futuras de formação.

Em paralelo decorre a feira de saúde, com uma ala para saúde oral (dente) e outra para saúde no geral com realização de testes de HIV-Sida e despistes de outras doenças.

Nas primeiras horas, a feira que está localizada num ponto de convergência de pessoas, registava uma boa afluência das pessoas não só para visitas como também para compras de produtos e realização de consultas.

A realização das duas feiras em paralelo, segundo Janice Silva, deve-se ao facto de os produtores necessitarem de saúde para se ter produtos saudáveis.

O delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente, Jaime Ledo, disse que o ministro da Agricultura, Gilberto Silva e o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, que se encontram na ilha Brava, efectuam na sexta-feira, segundo dos três dias da feira, uma visita ao espaço.

JR/ZS

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos