Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Fogo: Paróquia de Nossa Senhora da Conceição aposta na descentralização de algumas actividades

São Filipe, 25 Set (Inforpress) – A paróquia da Nossa Senhora da Conceição vai apostar neste novo ano pastoral na descentralização de algumas actividades, com destaque para a catequese.

O pároco, padre Lourenço Rosa, disse que depois de estar nesta paróquia a ver este ano “aposta fortemente na descentralização”, sobretudo de catequese, indicando que na cidade há “grande perigo de segurança” das crianças dos diferentes bairros que frequenta nesta actividade no único centro, o salão Bento XVI, como espaço para catequese.

Para as crianças do primeiro ano de catequese, cuja idade varia entre os seis e os oito anos, a paróquia equaciona descentralizar para que a catequese seja feita nas suas próprias comunidades, e isso é aplicável às outras zonas pastorais da paróquia como para Monte Mote Grande, Lacacã, cujas crianças deslocam-se a Patim e a Monte Largo, percorrendo grande distância e muitas vezes sob um sol abrasador.

O novo ano pastoral tem como lema “Evangelizar a cultura a partir da piedade popular”, observando que a paróquia irá fazer o levantamento das várias piedades populares existentes em São Filipe e em toda a ilha, desde “reinado” passando por “canisade”.

Por exemplo, em relação a “canisade” só se vê o aspecto da ida ao Bocarrom (praia de Fonte Bila), mas antes passam pela Igreja e efectuam três voltas para depois concentrarem à frente da mesma com um gesto que diz qualquer coisa e que é necessário estudar bem todo os tipos de piedade popular para depois chegar aquilo que se considera como a nossa cultura e identidade, disse.

JR/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos