Fogo: Obras de construção de sanitários e cozinha na Escola do EBI de Feijoal concluídas com apoio da Bornefonden

São Filipe, 14 Abr (Inforpress) – A organização não-governamental dinamarquesa Bornefonden procedeu, quinta-feira, à entrega das obras da construção de instalações sanitárias e cozinha da escola do Ensino Básico Integrado (EBI) de Feijoal aos responsáveis da Educação.

As obras para a construção de uma cozinha e instalações sanitárias (com dois compartimentos) na escola de Feijoal, zona alta dos Mosteiros, custaram cerca de 2.500 contos, e visam criar as condições de salubridade às crianças que frequentam este estabelecimento de ensino.

Além da conclusão destas infra-estruturas, José Luís Monteiro, responsável da Unidade Fogo da Bornefonden, disse que está programada uma intervenção na escola secundaria Dr. Teixeira de Sousa (São Filipe), nomeadamente na reparação das casas e banho do bloco de meio, que carece de uma melhoria porque desde a sua construção, em 1998, nunca beneficiou de quaisquer intervenções, assim como a sua separação, já que estas instalações são compartilhadas por alunos e professores.

Para este ano, o último da Bornefonden em Cabo Verde, a Unidade Fogo desta organização não-governamental elaborou um conjunto de projectos nas áreas de saúde, educação e formação, que vão desde conservação das escolas, construção de casas de banho, cozinha, substituição de coberturas de algumas salas de aulas, pintura e vedação de pólos, assim como actividades envolvendo as próprias crianças.

Segundo o responsável da Unidade Fogo, o plano de actividade para 2017 ascendem os 24 mil contos, dos quais mais de 50 por cento (%) destinam-se a investimentos em projectos que considera estruturante para sectores como educação e saúde, salientando que todas as intervenções a serem realizadas em 2017 serão concluídas até 31 de Outubro.

Já no próximo mês de Maio, esta ONG vai promover em parceria com a delegação do Ministério da Educação uma acção de formação de professores, assim como a realização de um fórum infantil que estava inicialmente programado para o passado mês de Março.

A Bornefonden apoia a delegação dos Mosteiros do Ministério da Educação na realização de jogos escolares e em, São Filipe, vai através de uma associação realizar actividades desportivas em cinco escolas do Ensino Básico Integrado.

No primeiro trimestre deste ano, a Unidade Fogo promoveu uma formação para o pessoal interno sobre “gestão de tempo e organização de tarefas” e uma outra destinada quer ao pessoal interno quer aos professores, pessoal do hospital São Francisco, Instituto Cabo-verdiano da Criança e Adolescente (ICCA) e delegação de educação sobre o tema “inteligência emocional”.

Na sequência, os participantes criaram um núcleo para tentar ajudar outras pessoas e que funciona como um fórum de discussão de temas de interesse variado.

No quadro da preparação da retirada de Bornefonden, criou-se em São Filipe uma associação “viver com dignidade”, que vai responder pela questão da saúde dos seus associados nos municípios de São Filipe e Santa Catarina do Fogo.

A associação está constituída com estatutos e órgãos sociais eleitos, tendo sido feito o registo provisório, estando toda a documentação no Cartório Notarial para a sua oficialização e publicação.

A associação vai responder durante três anos por áreas da, saúde, actividades geradoras de rendimento e apoio funerário, mas segundo José Luís Monteiro, numa primeira fase vai dedicar atenção maior ao sector de saúde, e depois alargar para as outras duas áreas de actividades, em função da expansão em termos de números de membros,

já que a mesma é aberta para as pessoas interessadas dos dois municípios.

Na quinta-feira, a equipa de Unidade Fogo de Bornefonden teve um encontro com os responsáveis do centro de Emprego e Formação Profissional para acerto de termos de referência para uma acção de formação dos membros da associação em matéria de contabilidade, gestão de pequenos negócios, informática e empreendedorismo.

Houve, igualmente, um encontro com a antena da Agência de Desenvolvimento Empresarial e Inovação (ADEI) visando a realização de um estudo de sustentabilidade da associação, tendo em conta a possibilidade de abertura a novos membros.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos