Fogo: Lourenço Gomes de Pina vencedor da primeira edição do Prémio Literário Pedro Cardoso

São Filipe, 08 Jul (Inforpress) – O mosteirense Lourenço Gomes de Pina foi o vencedor da primeira edição do Prémio Literário Pedro Cardoso, com a obra “Festa tradisional na roda de burkan” (Festa tradicional à volta do vulcão).

O anúncio do vencedor da primeira edição do prémio, institucionalizado pela câmara de São Filipe para homenagear a personalidade Pedro Cardoso e para incentivar e promover a escrita literária em língua cabo-verdiana na vertente da ilha do Fogo, aconteceu na tarde de quinta-feira nas instalações da Casa das Bandeiras.

Ao todo participaram desta primeira edição seis trabalhos, dos quais um foi desclassificado por ter sido publicado anteriormente.

O júri constituído formado pelo escritor Filinto Elísio, pelo professor Almeida Louro e pelo professor/escritor Manuel da Luz Gonçalves, acabando por premiar a obra de Lourenço Gomes de Pina.

Com base nos critérios definidos anteriormente, os membros de júri atribuíram um total de 249 pontos à obra “Festa tradisional na roda de burkan”, sublinhando na nota justificativa de que o vencedor cumpriu todos os requisitos para conquistar o primeiro lugar.

Ao vencedor será atribuído um prémio monetário de 200 mil escudos, mas o presidente da câmara de São filipe, Nuías Silva, indicou que a câmara vai mobilizar parcerias para tentar editar todas as obras concorrentes, esperando que para a próxima edição possa contar com mais obras.

No mesmo dia e enquadrado nas comemorações do centenário da elevação de São Filipe a categoria de cidade, que se assinala a 12 de Julho, a câmara apresentou um outro prémio, denominado Prémio Literário/Científico Dr. Henrique Teixeira de Sousa, cujo montante é de 200 contos.

Contrariamente ao prémio Pedro Cardoso, que era obrigatório o uso da língua materna, variante do Fogo, o prémio Dr. Henrique Teixeira de Sousa é livre, podendo ser apresentado em língua portuguesa ou crioulo cabo-verdiano, sendo que um dos critérios é a sua originalidade e ser inédito.

A inscrição para o prémio literário-científico Dr. Henrique Teixeira de Sousa pode ser feita através de correio eletrónico ou nos balcões da câmara de São Filipe e não serão aceites trabalhos enviados pelos Correios, decorrendo de 07 de Julho a 06 de Novembro, e o vencedor será conhecido no final do ano.

Nuías Silva avançou que é intenção da câmara não só manter os dois prémios para os próximos anos como também lançar outros, nomeadamente prémios juvenis e a nível escolar.

Além do anúncio do vencedor do prémio literário Pedro Monteiro Cardoso e da apresentação do prémio literário-científico Dr. Henrique Teixeira de Sousa, e no quadro das comemorações do centenário da cidade de São Filipe foi apresentada a obra “Memórias do Fogo” de autoria de Raúl Barbosa.

A apresentação aconteceu nas instalações da Casa das Bandeiras e esteve a cargo do professor e activista cultural, Fausto do Rosário.

A programação de hoje prevê a realização de uma aula magna com o presidente do Instituto Pedro Pires (IPP) para a Liderança, Comandante Pedro Pires na escola secundária de Ponta Verde, apresentação do livro “Genealogias das famílias das ilhas do Fogo e Brava e de Guiné-Bissau” do historiador Jorge Forjaz e mostras de filmes cabo-verdianos “Infância por um fio”.

JR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos