Fogo: Hospital regional passará a dispor de uma secretaria e central de consultas modernas e funcionais – director

São Filipe, 08 Jan (Inforpress) – O hospital regional São Francisco de Assis passará a dispor, dentro de uma semana, de uma secretaria e central de consultas modernas e funcionais, disse hoje o director deste estabelecimento hospitalar, Evandro Monteiro.

As obras de remodelação e transformação do antigo espaço onde funcionavam estes serviços estão em fase avançada e, segundo o director, as mesmas serão inauguradas no dia 15 de Janeiro.

“Já fizemos a informatização de alguns sectores e serviços, a modernização de alguns espaços da parte administrativa e, neste momento, estamos a fazer a secretaria e a central de consultas do hospital, moderna, funcional e de longe melhor do que antes”, avançou Evandro Monteiro, indicando que este estabelecimento investiu também na formação do pessoal interno, na área de inglês e informática, envolvendo cerca de 40 funcionários, com objectivo de modernizar as estruturas e o próprio funcionamento.

A mesma fonte indicou que havia problemas com o pavimento do hospital e já se fez muitas intervenções na repavimentação, sobretudo da parte antiga do hospital, mas ainda há necessidade de melhorar a acessibilidade que do resto consta do plano de actividade do hospital para este ano.

Além da intervenção na remodelação do espaço e sua transformação numa secretaria e central de consulta moderna para responder às necessidades, a direcção do hospital investiu na recuperação do muro que se encontrava em estado avançado de degradação, dando assim um novo visual a este estabelecimento.

Evandro Monteiro indicou também que para além das intervenções físicas, visando melhorar e modernizar ainda mais os serviços do hospital, a mesma fonte defendeu que existem ainda algumas necessidades, nomeadamente de especialistas, fixos ou com deslocações periódicas, como cardiologistas, urologista e otorrinolaringologista, de modo a trazer mais capacidade de respostas para a ilha.

Para o responsável, o hospital São Francisco de Assis tem um bom percurso ao longo dos anos e é um “hospital com personalidade própria e tem a parte social anexada ao seu espírito e a cooperação na sua ADN”, razão pela qual a direcção pretende reactivar as parcerias e cooperação com instituições nacionais e estrangeiras.

Uma delas está relacionada com a universidade de Génova (Itália), visando a implementação do serviço de gastroenterite, observando que esta instituição disponibilizou um aparelho para este serviço que só não chegou ainda por causa da pandemia de covid-19, além da possibilidade de se ter um gastroenterologista do hospital Curry Cabral de Portugal que poderá fazer parte.

JR/DR

Inforpress/Fim

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos