Fogo: Hospital com espaço para triagem e controlo de todas as pessoas que entram no recinto hospitalar

São Filipe, 02 Jul (Inforpress) – O hospital regional São Francisco de Assis já dispõe de um espaço para controlo e triagem de todas as pessoas que procurem este estabelecimento hospitalar, seja para marcação de consultas, visita a familiares internados e outros.

Para tal foi instalada na parte da frente do hospital uma tenda para o serviço de triagem para todas as pessoas que vão para o hospital, disse o director Evandro Monteiro, observando que este controlo é extensivo àqueles que procuram o banco de urgência, marcação de consultas, visita aos familiares hospitalizados, contactos com médicos, funcionários ou que procuram os serviços para outras finalidades.

Cada pessoa será identificada e acompanhada, explicou o director, indicando que também as pessoas serão submetidas a um pequeno teste e todos aqueles que têm a mínima sintomatologia respiratória e/ou febre serão encaminhados para o espaço apropriado.

Este referiu que, de acordo com nova orientação, todas as pessoas que vão ser internadas serão submetidas a teste rápido.

Com a instalação deste espaço o objectivo é o de controlar todas as pessoas que entram no espaço, observando que esta semana funciona de forma experimental e por isso algumas pessoas não foram abordadas à entrada, mas que a partir da próxima semana funcionará de forma mais rigorosa.

Para o director, a orientação interna é que todas as pessoas que entram no recinto hospitalar sejam identificadas e na triagem recebam orientações e número de cores diferenciados consoante o serviço que procuram e, depois de serem atendidos, não poderão deslocar-se a outros sectores sem autorização de modo a evitar a circulação aleatória dentro do hospital porque o momento é sensível e as pessoas têm de conter

Outra medida está relacionada com a obrigatoriedade do uso de máscara dentro do espaço hospitalar, quer pelas pessoas que procuram os serviços como por todos os profissionais de saúde.

Segundo o mesmo ainda no decurso deste mês de Julho o hospital regional passará a dispor de capacidade para realização de teste PCR a nível local, de acordo com garantia recebida quer do ministro da Saúde como da presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP).

Evandro Monteiro indicou que a máquina e os reagentes já se encontram no país, mas para além disso é necessário o aparelho de biossegurança que não existe a nível do país, observando que o hospital dispõe desse equipamento mas está com problemas a nível da luz ultravioleta e, por isso, o Ministério irá adquirir este equipamento no exterior.

O director advogou que assim que o aparelho chegue de Portugal vai ser instalado e preparar os técnicos para a realização dos testes, salientando que o hospital regional dispõe de uma técnica que trabalhou vários anos no laboratório de virologia na Praia e tem experiência acumulada o que irá facilitar no trabalho de realização de testes PCR.

JR/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos