Fogo: Fogo Business é uma iniciativa fecunda e de fomento das reflexões sobre desenvolvimento da ilha – Nuías Silva

Filipe, 05 Fev (Inforpress) – A publicação do jornal de negócios Fogo Business, mais do que um simples periódico, é uma iniciativa fecunda e de fomento das reflexões e dos debates sobre o desenvolvimento da ilha do Fogo, disse Nuías Silva.

É por esta razão, referiu o presidente da câmara, que o seu lançamento foi inscrito na programação do centenário da elevação de São Filipe à categoria de cidade.

“Um jornal como este, se soubermos encará-lo de forma ousada e optimizada, pode ser um estopim de recentramento sobre a nossa economia local e sobre como poderemos consolidar estruturas e saltar etapas para a mudança qualitativa e económica que a ilha precisa dar”, disse o presidente da câmara de São Filipe, sublinhando que tanto as forças vivas na ilha como no país e na diáspora são convocados.

No dizer de Nuías Silva, a ilha e o município precisam de negócios extrovertidos e dotados de forte dinamismo, de ambição e de capacidade de inovar e competir e os empresários têm de ter a capacidade de encontrar novos caminhos para se afirmarem em mercados mais alargados.

Para o edil de São Filipe, sem deixar de exercer as tradicionais actividades como agricultura, comércio, pesca e os serviços, é necessário que se modernize os métodos de gestão e de produção e adaptar às novas exigências de negócios.

“Urge repensarmos a ilha na perspectiva mais clara de novos sectores, também na vertente de negócios como educação, tecnologias digitais, energias limpas e o turismo, sobretudo o turismo cultural, histórico e patrimonial que São Filipe tem enorme potencial de crescimento”, disse.

Na sua intervenção lembrou que o Governo da República, com quem tem relações institucionais, tem a responsabilidade de fomentar condições de estabilidade e de confiança para que a economia local floresça, e pediu que São Filipe seja discriminado positivamente.

“A Câmara Municipal de São Filipe configura-se moderna, empreendedora e amiga, ela própria promotora dos negócios que este jornal irá suscitar, visibilizar e fomentar. Quer ser uma das agentes da transformação do Fogo e de Cabo Verde”, concluiu Nuías Silva.

O acto da apresentação do jornal contou com a presença dos presidentes das câmaras de Santa Catarina do Fogo e dos Mosteiros, do deputado do MpD, Filipe Santos, e de empresários de vários sectores de actividades.

JR/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos