Fogo: Engarrafamento da água da nascente de Monte Vermelho é propósito da empresa Águabrava para 2020 – Rui Évora

São Filipe, 05 Jan (Inforpress) – O engarrafamento e comercialização da água da nascente de Monte Vermelho, nos Mosteiros, é um dos” grandes propósitos” da Empresa Intermunicipal de Águas (Águabrava), para o ano de 2020, declarou o administrador/delegado, Rui Évora.

O responsável disse que para a instalação de uma unidade de engarrafamento de água a empresa vai realizar, no primeiro trimestre deste ano, o estudo de viabilidade económica para apurar a exequibilidade da iniciativa.

Évora avançou que no final do ano passado a empresa realizou uma “importante intervenção” com a reactivação da exploração de água a partir da nascente de Monte Vermelho, que se encontrava inoperacional há mais de dois anos, mobilizando mais 400 metros cúbicos/dia de água para o município dos Mosteiros.

A partir deste ano, explicou, a empresa vai analisar como aproveitar melhor essa água que, segundo o mesmo, apresenta “boas qualidades” para ser engarrafada.

Em sais totais (condutividade) a água da nascente de Monte Vermelho apresenta 260 microsiemens por centímetros, quando o máximo recomendado é de dois mil microsiemens e por isso, segundo o administrador/delegado da Águabrava, tem todas as condições para ser engarrafada e comercializada.

Além da possibilidade da instalação da unidade de engarrafamento de água para comercialização, os investimentos da empresa este ano no município dos Mosteiros vão centrar-se na densificação da rede de distribuição nos povoados de Relva, Corvo e Achada Grande (Sul) e Ribeira do Ilhéu e Atalaia (Norte), permitindo assim a realização de mais ligações domiciliárias e o acesso a água a maior número de famílias do município dos Mosteiros.

JR/AA

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos