Fogo/Dia do Município: Praça do Presídio com fraca adesão na segunda noite de baile

São Filipe, 29 Abr (Inforpress) – A Praça do Presídio, principal palco das actividades culturais do Dia do Município e da Bandeira de São Filipe, voltou a registar uma fraca adesão de público, à semelhança da primeira das cinco noites de festival/baile.

A actuação dos grupos começou mais cedo que na primeira noite, e contou com maior número de pessoas, mas mesmo assim, ficou muito aquém do que tem sido hábito nas edições anteriores a pandemia, nomeadamente de 2019.

A mesma hora em que decorriam as actividades culturais, na Praça do Presídio, um outro evento foi realizado, nomeadamente o “I Love Cabo Verde”, que atraiu grande número de pessoas, sobretudo jovens.

O Presídio apresentava um aspecto desolador e as pessoas que marcaram presença correspondiam a menos de 50 por cento (%) da sua capacidade e a parte de fundo, onde estão instaladas as barracas de “comes e bebes” estava meia vazia.

Os pequenos operadores que pagaram 30 mil escudos para ocupação das barracas voltaram a queixar-se da fraca movimentação e alguns classificam as festividades deste ano como a “pior” de sempre.

A esperança dos operadores para salvarem os investimentos é que hoje com alinhamento de artistas como Soraya Ramos, Gil Semedo e Manú Lima, o Presídio possa encher-se, já que são os artistas mais renomados neste momento.

Uma das ocupantes das barracas sugeriu inclusive que a organização devia pensar melhor na distribuição da actuação de artistas, começando com um artista mais atractivo e não deixar para fazer encerramento do espectáculo, o que tem acontecido nas duas primeiras noites (Kino Cabral no primeiro dia e Preto Show no segundo).  

O espectáculo começou com actuação de Yacine Rosa, seguindo depois o grupo “Boys Band” de Mosteiros e do artista Nito Bazalumi, que constavam do alinhamento do primeiro dia, mas que foram transferidos para a segunda noite de festival/baile.

Outros artistas como Tranka Fulha, Beto Dias, Grace Évora e Preto Show marcaram presença na segunda noite.

Da programação das actividades para hoje, destaca-se, a final da corrida de cavalos (a depender da decisão a ser tomada no encontro com os proprietários depois da morte de três cavalos), a inauguração do parque Infantil do Alto Santa Luzia e arranque das obras da terceira fase do parque Santa Luzia.

A socialização do programa da Unesco “Memória do mundo”, apresentação do livro “História da Família Medina e Vasconcelos” da historiadora Maria de Lurdes Caldas, continuação da feira dos produtos “made in Fogo” e da exposição de pinturas de artistas locais, assinatura do protocolo entre NOSI e câmara de São Filipe e activação da praça digital do bairro III Congresso e mais uma noite de festival/baile no Presídio.

JR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos