Fogo: Morre segundo cavalo apurado para final da prova do hipismo – causa ainda desconhecida

São Filipe, 29 Abr (Inforpress) – Um segundo cavalo apurado para a fase final da prova de hipismo que se disputa hoje em São Filipe, morreu na noite de quinta-feira, 28, poucas horas depois da morte de um outro animal.

O “Foguete”, do proprietário Norberto Araújo (Fogo), foi o primeiro a morrer na tarde de quinta-feira, cerca de 24 horas depois de ter participado na primeira fase da corrida, uma das actividades que mais apreciada pelos foguenses, no quadro das festividades do Dia do Município e da Bandeira de São Filipe, e horas depois foi anunciado a morte do cavalo “Vulcão”.

O “Vulcão” pertencia ao proprietário Cloves Teixeira (Fogo), emigrante nos Estados Unidos da América, que tem mais um cavalo apurado para a final da prova.

As causas da morte dos dois cavalos não são conhecidas, já que os donos não avançaram com detalhes, estando neste momento mais dois cavalos com problemas de saúde, nomeadamente “Brazão”, de Clayton Alves (Fogo), igualmente apurados para a fase final, e um outro de Cloves Teixeira.

O presidente da câmara de São Filipe, Nuías Silva, abordado pela Inforpress sobre a realização da fase final da corrida perante este cenário que enluta o hipismo, lamentou a situação, mas avançou que é preciso avaliar a situação e encontrar “soluções” para a realização da fase final da corrida.

“Foguete” e “Vulcão”, os dois cavalos que morreram poucas horas depois da realização da primeira fase, faziam parte da primeira série da fase final juntamente com “Nimocis”, de Salomão Amado.

A segunda série é integrada pelo cavalo “Brazão”, que está com problemas de saúde, juntamente com “Badia” e “Airley”.

Os proprietários e o pessoal de apoio e tratamento de cavalos e técnico veterinário evitam por hora avançar com possíveis causas que estão na base da morte dos dois cavalos.

Nas redes sociais, muitas pessoas pedem o cancelamento da fase final da corrida e consideram que o hipismo na ilha está de luto, ideia partilhada por alguns elementos da comissão organizadora de corrida de cavalos.

O vereador do Desporto da Câmara Municipal de São Filipe, João José Canuto, contactado pela Inforpress esta manhã não avançou quaisquer informações sobre a possibilidade da não realização da corrida.

O mesmo, que se deslocou à cocheira para analisar a situação sanitária dos outros dois cavalos que estão com problemas, um dos quais está apurado para a fase final, disse que a câmara vai avaliar a situação para decidir sobre a realização da final e, por isso, escusou-se a adiantar mais informações, por ora.

JR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos