Fogo/Dia do Município: Cobertura de água domiciliária passa a 98% com extensão a Campanas de Cima (c/vídeo)

São Filipe, 01 Mai (Inforpress) – Campanas de Cima foi este sábado oficialmente contemplada com ligações de água domiciliária, um investimento de 150 mil contos do Governo/autarquia na zona Norte nos últimos dois anos, “elevando para 98% a cobertura de água domiciliária na ilha”.

Ao presidir a cerimónia da inauguração no quadro das festas do Centenário da cidade, da Bandeira de São Filipe e do município, o primeiro-ministro referiu que este investimento tem permitido aumentar a quantidade e qualidade de água disponível às famílias, mas também para a economia, porquanto liberta água para agricultura.

“Temos objectivo de aumentar a quantidade de água disponível à cada família. Com este investimento não só estamos a aumentar o nível de cobertura de água, mas também o nível de água para cada família. Vai aumentar, com este investimento, 60 litros por dias por famílias. O que significa uma alteração substancial daquilo que tínhamos antes”, enfatizou Ulisses Correia e Silva.

Enalteceu, por isso, a importância da parceria Governo/Câmara Municipal de São Filipe de modo que junto as populações sejam beneficiadas, com reflexo no emprego e rendimento.

O chefe do Governo anunciou, por outro lado, investimentos para a conclusão da obra da estrada que liga Chã das Caldeiras à Campanas de Cima, cerca de 28 quilómetros, nos próximos oito meses, com vista a fechar “um anel à volta de uma localidade com grande potencial, no campo agrícola e turístico”.

Tudo isto para que os munícipes tenham condições para mais mobilidade, acessibilidade e melhoria de condições, para que as pessoas consigam estar integradas na ilha do Fogo.

O presidente da Câmara Municipal de São Filipe, Nuías Silva, por seu lado, exaltou a sua satisfação pelo cumprimento de “uma promessa que vem de longa data”, salientando que esta política vai ao encontro dos princípios preconizados pelo Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) de levar a água a todas famílias no horizonte 2030.

Nuías Silva referiu que para a concretização deste desafio, a autarquia sanfilipense tem um projecto de 550 ligações domiciliárias gratuitas para famílias de baixo rendimento, concretamente pertencente às classes 01, 02 e 03 de Cadastro Social, salientando que a empresa Água Brava tem vindo a executar os pedidos de forma faseada, para que todas as famílias possam beneficiar deste líquido.

O acesso à água, considerou, é fundamental para que as famílias de Campanas de Cima tenham actividades geradoras de rendimento, e comunicou a previsão de estender esta rede viária à zona de São João, convicto que esta parceria esteja a ter reflexos na materialização dos anseios da população.

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos