Fogo: Criada Associação dos quadros da zona de Monte Grande para promover desenvolvimento da localidade

São Filipe, 11 Abr (Inforpress) – A Associação dos quadros da zona de Monte Grande (AQMG), criada em Dezembro de 2018, foi oficializada esta semana com a publicação dos estatutos no Boletim Oficial nº 52, II Serie de 09 de Abril.

A associação foi criada por um grupo de jovens diplomados de Monte Grande, incluindo Cutelo Capado, Lacacã e Miguel Gonçalves, com carácter independente de toda e qualquer forma de orientação política, ideológica ou religiosa, representativa dos diplomados com o mínimo de formação pós-secundária dessas localidades, segundo o presidente da direcção, João Domingos Teixeira Barbosa, tendo sido registado na Conservatória de São Filipe sob o número 133/2019.

Promover e desenvolver debates em torno da problemática do desenvolvimento socioeconómico e cultural das localidades, promover estudos, pesquisas, seminários, palestras sobre diversas áreas de conhecimento, contribuindo para formação integral da população, contribuir e zelar para a formação e aperfeiçoamento dos seus associados, promover e participar em acções de formação que visam a capacitação e desenvolvimento técnico e científico dos seus membros, são alguns dos objectivos da criação da AQMG.

Com a sua constituição, os quadros de Monte Grande pretendem promover também acções que fomentem um espírito de solidariedade e colaboração entre seus associados e de outras associações, estabelecer e desenvolver relações de amizade, cooperação e intercâmbio com associações congéneres nacionais e estrangeiras, colaborar com os organismos nacionais, estrangeiras e internacionais na organização e realização de acções de formação profissional e superior e incentivar o surgimento de publicações nas áreas da sua intervenção.

Igualmente os promotores pretendem com a criação da associação estabelecer acordos/convénios/protocolos/parcerias de cooperação com instituições publicas e privadas, universidades, visando a realização conjunta de programas e projectos de interesse comum e partilhar experiências abrangendo as mais diversas áreas, como a formação de novos quadros, a realização de estágios, cooperação no domínio da investigação, reabilitação de património, organização de exposições e eventos, disponibilizando todo o “know-how”.

A localidade de Monte Grande e arredores, possui um “elevado número” de estudantes tanto no nível secundário como ao nível universitário e conta neste momento com aproximadamente 60 quadros superiores (licenciados, mestres e doutores), nas mais diversas áreas do saber, sendo que muitos deles exercem cargos de direcção, tanto na ilha do Fogo como em outras ilhas.

A título de exemplo, o presidente da Associação, indica que na Assembleia Nacional, pelo menos dois deputados é natural de Monte Grande ou tem ligações de parentesco com a localidade e que na Assembleia Municipal de São Filipe, cada uma das três forças políticas conta com um deputado municipal de Monte Grande, dos quais, dois são líderes das respectivas bancadas.

Segundo João Domingos, vários quadros de Monte Grande são ou já passaram por cargos de elevada responsabilidade, nomeadamente directores de escolas secundárias da ilha, delegado de Ministério da Educação, Secretário Municipal, delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente, coordenador de Gabinete de Desenvolvimento Regional, professores secundários e universitários, de entre outros.

A AQGM tem como órgãos a Assembleia-geral, que é presidida por Atelano dos Santos Louro, Conselho Directivo presido por João Domingos Teixeira Barbosa e Conselho Fiscal que é presidido por Carlos Gomes dos Santos, e é uma organização de direito privado, sem fins lucrativos, dotada de personalidade jurídica, autonomia administrativa, financeira e patrimonial.

JR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos