Fogo: Conservação de reserva integral é incompatível com exploração descontrolada dos recursos – responsável Projecto Vitó

São Filipe, 27 Jun (Inforpress) – O director executivo da associação de conservação e uso sustentável dos recursos, Projecto Vitó, Herculano Diniz, disse à Inforpress que a conservação de uma reserva integral da biodiversidade é incompatível com a exploração de recursos marinhos de forma descontrolada.

Esta afirmação veio a propósito da situação em que se encontra a Reserva Integral dos Ilhéus Rombos, onde o projecto tem desenvolvido acções de conservação e preservação de várias espécies e que neste momento tem duas equipas técnicas, sendo uma ligada a aves marinhas que permanece naquele espaço até Agosto e outra ligada a tartarugas cuja missão termina em Novembro.

Quinzenalmente o projecto realiza deslocação aos Ilhéus para seguimento e abastecimento das equipas, e foi durante a última deslocação que o director executivo terá constatado a situação que preocupa os ambientalistas e motivou uma chamada de atenção na página da associação.

Herculano Dinis indicou que os Ilhéus Rombos é uma das principais reservas da biodiversidade de Cabo Verde e que nos últimos três anos o Projecto Vitó identificou mais de sete mil ninhos de tartarugas marinhas, anilhou mais de seis mil aves marinhas de cinco espécies diferentes, monitorizou mais de mil ninhos de aves marinhas, seguido a população do maior réptil terrestre endémico de Cabo Verde e identificou mais de 15 espécies de aves e plantas endémicas.

“A Reserva Integral dos Rombos continua a ser descuidada pelas autoridades ambientais, Direcção Nacional do Ambiente (DNA) e Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA)”, afirmou o director executivo da associação Projecto Vitó, lembrando que se trata da única reserva sem uma proposta de delimitação e de um plano de gestão e que as “acções de fiscalização são praticamente nulas”.

“Rombos, apesar de ser Reserva Integral, funciona como uma plataforma de pesca. Cerca de 200 pescadores das ilhas do Fogo e da Brava desembarcam sem qualquer tipo de controlo e esta prática é completamente incompatível com a conservação da biodiversidade”, avançou Herculano Diniz, sublinhando que por esta e outras razões a reserva está infestada de ratos e ratazanas com um enorme impacto na biodiversidade.

Além isso observou que grandes quantidades de lixos são deixadas ali e que as aves marinhas, tartarugas, peixes, tubarões, lagartos, caranguejos, entre outras espécies, sofrem pressões antrópicas directas, elevando assim o seu nível de ameaça.

Para a mesma fonte, o Instituto Marítimo e Portuário (IMP) e outras autoridades têm sido permissivos com esta situação, enquanto o Projecto Vitó, que tem investido avultados recursos na conservação nos Ilhéus Rombos, para aceder a esta reserva para fins de trabalho de conservação, é obrigada a respeitar uma longa lista de burocracia, desde seguros de viagens, garantias de logística, autorização da DNA, do IMP, controlo policial no porto.

Face a estas medidas restritivas com os técnicos do Projecto Vito, este indicou que não é compreensível que os ilhéus continuem a ser acedidos por embarcações de quatro ou cinco metros, com ocupantes sem um simples colete ou bússola e que não se tenha nenhum controlo sobre o impacto desta visita no sítio declarado reserva integral.

O director executivo do Projecto Vito disse que a nível dos Ilhéus a equipa de seguimento já identificou perto de uma centena de ninhos de desovas de tartarugas marinhas, observando que a nível da ilha do Fogo há registo de uma dúzia de ninhos nas praias dos três municípios.

Na sexta-feira de manhã a equipa registou a desova na praia de Fonte Bila, a menos de 100 metros do local onde se faz a extracção de areia neste momento, tendo a equipa informado o delegado do IMP da situação, esperando que a extracção de areia venha a ser suspenso, cumprimento assim o estatuído no despacho conjunto dos ministros da Agricultura e Ambiente e da Economia Marítima que autorizava a extracção de areias nesta praia.

JR/ZS

Infiorpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos