Fogo: Casas das Bandeiras e Moave celebram protocolo de parceria

São Filipe, 27 Abr (Inforpress) – A Casa das Bandeiras e a empresa Moagem de Cabo Verde (MOAVE) celebram hoje um protocolo de parceria visando apoiar na organização das tradicionais festas da bandeira de São Filipe,

O protocolo foi assinado pelo administrador da Casa das Bandeiras, Henrique Pires, e pela administradora da Moave, Sónia Morais, e com isso a empresa disponibiliza o valor de 500 contos, em dinheiro e géneros, para as festividades de 2022.

A administradora da Moave, Sónia Morais, disse que o protocolo, com duração de um ano, abrange o patrocínio da sua empresa à Casa das Bandeiras, apoiando assim na realização das festas, sublinhando que se insere na política da responsabilidade social.

Neste âmbito outras acções foram patrocinadas, como a corrida de cavalos e a disponibilização de equipamentos de oftalmologia para o Hospital Regional São Francisco de Assis.

“Basicamente a nossa acção vai em direcção à saúde, desporto e educação, são as três áreas que privilegiamos”, disse Sónia Morais, indicando que a empresa respondeu uma solicitação da Casa das Bandeiras e está agora nestas festas que considerou ser de “importância tão grande” para o município e para a ilha do Fogo.

Para o administrador da Casa das Bandeiras, Henrique Pires, todo o apoio à Casa das Bandeiras para a realização da festa é bem-vindo, porque, explicou, a sua missão é continuar a realizar as festas, formulando votos para que esta empresa continue a apoiar a Casa das Bandeiras.

Para o mesmo, a função da Casa das Bandeiras é não deixar que a bandeira de São Filipe seja enterrada depois de mais de um século do seu desenterro em 1917.

Para as festas de 2023 disse que existem candidatos e que caso não houvesse, a própria Casa das Bandeiras assumiria as festas para evitar o seu enterro, mas não adiantou o nome de possível festeiro para o próximo ano.

JR/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos