Fogo: Carta de percursos pedestre do PNF apresentada hoje na Casa da Memória

 

São Filipe, 09 Jun (Inforpress) – A carta de percursos pedestre do Parque Natural do Fogo (PNF) é apresentada hoje, dia 09 de Junho,  nas instalações da Casa da Memória, na cidade de São Filipe.

A apresentação estava inicialmente prevista para final de Abril,  no quadro do programa das festividades do Dia do Município e da Bandera de São Filipe, mas tal não aconteceu e só agora a carta vai ser apresenta.

Ao todo,  são 17 caminhos turísticos do Parque Natural do Fogo (PNF), dos quais 14 no interior da área protegida e três caminhos de ligação do PNF a cada um dos municípios da ilha, disse Herculano Diniz, técnico do PNF.

Esta que é a terceira carta da ilha do Fogo elaborada pelo PNF, através de rede de parceiros, além da discrição dos caminhos com informações detalhadas que vão desde a distância, grau de dificuldades, equipamentos necessários, apresenta, através de desenhos, os principais patrimónios naturais e culturais da ilha do Fogo, nomeadamente a biodiversidade, vulcanologia, vinho, de entre outros.

Herculano Diniz disse que após a elaboração da carta, a ideia é de catalogar e editar um guia para cada caminho, denominado “redes de caminhos turísticos do Parque Natural do Fogo”.

Os trabalhos de elaboração da carta foram efectuados pelo PNF,  em colaboração com as Universidades de Las Palmas de Gran Canárias (Ilhas Canárias), Direcção Nacional do Ambiente e Universidade de Cabo Verde, em parceria com a Associação de Guias de Chã das Caldeiras, Consulado Geral Honorário de Cabo Verde em Las Palmas, sendo que a impressão foi co-financiada pela Adega vitivinícola de Chã das Caldeiras.

Ao todo,  foram produzidas quatro mil e quinhentas cartas de percurso pedestre que, após a sua apresentação estarão disponíveis aos interessados, sobretudo turistas, através do serviço do Parque Natural, Associação de Guias e as agências de viagens e turismo.

Neste momento,  o PNF, através de parceria com Esdime, Organização Não Governamental Portuguesa responsável pela execução do projecto “Ecoturismo na piscina natural de Salinas” e financiado pela União Europeia, tem em fase de produção um guia de biodiversidade da área protegida, com plantas, aves e repteis, que deverá ser lançado no próximo mês de Maio.

A apresentação da carta conta com apoio da rede “natour-Fogo”, criada no quadro do projecto Fogo, Água, Terra, Ar (FATA),  que tem por finalidade o desenvolvimento do ecoturismo sustentável e solidário.

JR/JMV

 

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos