Fogo: Campanha de castração de cães inicia-se hoje em parceria com Associação Bons Amigos

São Filipe, 24 Ago (Inforpress) – A castração de cães, enquadrada na sensibilização de registo e identificação de animais de estimação, inicia-se hoje na cidade de São Filipe e a previsão é castrar mais de meio milhar de cães, média de 40 a 45/dia.

A equipa da Associação Bons Amigos, que vai proceder a castração dos cães, chegou na noite de segunda-feira à ilha do Fogo onde vai permanecer durante duas semanas, até 06 de Setembro.

Segundo a vereadora pela área da Cultura, Turismo e Desenvolvimento Rural, Lia Barbosa, além da participação voluntária dos proprietários dos animais, os serviços camarários estão a contar com a parceria de equipa da Direcção Nacional do Ambiente e alguns voluntários na captura dos cães vadios para a respectiva castração, daí o apelo à colaboração dos vizinhos nos diversos bairros e localidades.

A castração vai decorrer nas instalações do Centro Cultural Armand Montrond, mas a vereadora adiantou hoje que a equipa fará deslocação aos bairros com maior aglomeração populacional, nomeadamente Beltches, Congresso e Santa Filomena, onde há maior número de cães, para a castração, evitando assim a deslocação de pessoas desses bairros para Achada São Filipe para levar os seus animais.

Na segunda semana, a equipa deslocar-se-á a Patim e outras localidades mais populosas do interior do município com a mesma finalidade.

Quanto ao registo de cães, a vereadora considerou de positiva a campanha, mas salientou que “gostava de ter mais afluência de pessoas para registar os seus animais”, sublinhando que a câmara estabeleceu contactos com juventude de algumas confusões religiosas, nomeadamente das igrejas Católica, Adventista, Nazarena e de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no sentido de promover, nas comunidades, uma campanha de sensibilização de pessoas para o efeito.

A campanha de registo decorre de 16 de Agosto a 16 de Fevereiro de 2022, de forma gratuita, enquanto a de e castração decorre de hoje, 24 de Agosto, a 06 de Setembro.

Por falta de recenseamento e de dados estatísticos não existe um número exacto da população canina, mas estima-se que no município existem cerca de quatro mil cães e caso não for realizado este trabalho de castração dentro de dois anos o número será muito maior, referiu a vereadora.

JR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos