Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Fogo: Câmara de São Filipe vai criar bolsas de investigação para estudantes que querem estudar problemáticas da ilha, Nuías Silva (c/áudio)

São Filipe, 16 Ago (Inforpress) – A Câmara Municipal de São Filipe pretende criar bolsas de investigação para estudantes da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde que querem ajudar a autarquia a estudar e resolver determinadas questões e problemáticas existentes na ilha.

A criação de bolsas de investigação foi anunciada hoje pelo presidente da câmara, Nuías Silva, no acto da celebração de um protocolo de cooperação entre a autarquia e a Universidade Jean Piaget (Uni-Piaget), com duração de três anos e renovável por igual período.

De entre algumas áreas de investigação, Nuías Silva apontou os sectores de tratamento de resíduos sólidos urbanos (ambiente), de energias renováveis, da urbanização e classificação da cidade de São Filipe, adiantando que em 2022, ano do centenário da elevação de São Filipe a categoria de cidade, vai abrir uma bolsa de investigação para um estudante que pretende fazer a sua tese sobre a história de São Filipe ou da ilha do Fogo.

Em relação ao protocolo, disse que define “as linhas e as balizas mínimas de cooperação”, mas que o horizonte da cooperação é muito vasto, razão pela qual vai-se densificá-lo a partir de novas adendas e projectos específicos.

“Queremos ser um parceiro efectivo e angariar os sanfilipenses para estudarem na Universidade Jean Piaget. Vamos criar as condições, a partir do financiamento parcial das bolsas de estudos e a universidade criará condições especiais de acesso, na redução de propinas que possam atrair mais jovens”, disse Nuías Silva.

O autarca destacou a valorização do mérito pela Uni-Piaget, através de atribuição de duas bolsas aos melhores alunos das duas escolas secundárias existentes no município, que é também um sinal de uma política de responsabilidade social.

A câmara de São Filipe, que na semana passada celebrou um protocolo do género com o Instituto Universitário de Arte, Tecnologia e Cultura do Mindelo (M_EIA), que contempla assessoria técnica em várias áreas ligadas ao ensino superior, no dizer do seu presidente, são factores que alavancam o processo de desenvolvimento de São Filipe e da região Fogo, lembrando que a aposta no ensino superior e na qualificação dos recursos humanos é fundamental para ter quadros capacitados e jovens a estudarem nas melhores escolas.

“A ambição da região é começar a criar o clima para instalação de ensino superior na ilha, utilizando as novas tecnologias de informação e comunicação”, disse Nuías Silva, desafiando a Universidade Jean Piaget a integrar o futuro centro universitário do Fogo e ter alunos a estudar na ilha com recurso às novas tecnologias.

O reitor da Uni-Piaget, Wlodzimierz Jozef Szymaniak, disse na ocasião que o “Fogo nunca vai ser esquecido pela universidade.

“A distância entre a ilha de Santiago e a ilha do Fogo não é tão grande e com o transporte cada vez mais confortável, há várias iniciativas que podemos realizar em conjunto, principalmente as acções de curta duração e na investigação de diversa índole”, referiu o reitor.

Este destacou ainda que o facto de alguns parceiros da Uni-Piaget no programa de investigação, como o M_EIA, são também parceiros da câmara, irá facilitar a realização de trabalho em conjunto e aproveitar várias sinergias, isto para além de outras organizações de sociedade civil.

O protocolo, na óptica de Wlodzimierz Jozef Szymaniak, vai permitir a realização de várias acções em conjunto e mais estudantes da ilha do Fogo poderão estudar na Uni-Piaget e mais investigadores desta instituição universitária poderão publicar resultados de investigações relacionadas totalmente com a ilha do Fogo.

Depois da assinatura do protocolo de cooperação, o reitor da Uni-Piaget proferiu uma palestra intitulada “Fogo, ilha mítica – aproximação às imagens da ilha do Fogo no roteiro do arquipélago de Christiano de Sena Barcelos e no arquivo fotográfico da Cabopress/Inforpress”, que decorreu no museu municipal de São Filipe.

JR/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos