Fogo: Cães vadios dizimam rebanho de cabras de um criador de gado de São Filipe

São Filipe, 20 Mai (Inforpress) – Um criador de gado de São Filipe, na ilha do Fogo, perdeu seis cabeças de cabras que lhe restavam devido à acção de cães vadios que continuam a dizimar gado caprino.

João Pedro de Barros indicou que esta é a quarta vez que cães vadios matam os seus animais, salientando que desta vez ocorreu na zona de Maria Gomes, pouco mais de três quilómetros da cidade de São Filipe.

Este avançou que as cabras estavam num curral e que os cães vadios entraram neste espaço e mataram todas as cabras, restando apenas um carneiro que não se encontrava no espaço naquela altura.

João Pedro de Barros avançou ainda que entre Maria Gomes e Brandão, perto de São Filipe, muitos criadores já perderam os seus animais, observando que agora os cães estão a atacar e matar os animais no período diurno o que não acontecia anteriormente e que além de caprino estão a matar outras espécies, nomeadamente as galinhas.

A denúncia de ataque de cães vadios tem tornado nos últimos anos muito recorrente por parte dos criadores que estão aflitos e descontentes com as autoridades com responsabilidade nesta matéria, que, no dizer dos criadores, não têm adoptado quaisquer medidas em relação à população canina, supostamente vadios, que tem aumentado na ilha.

Há cerca de dois anos, quando se registou o pico de ataques de animais pelos cães vadios, inclusive no período diurno, as autoridades locais prometeram juntamente com o Governo encontrar mecanismos para o combate a cães vadios, mas, no dizer dos criadores, a situação continua na mesma e sem uma solução à vista.

Na cidade de São Filipe, sobretudo nos bairros periféricos, o aumento da população canina é visível e tem preocupado os moradores que por diversas vezes já fizeram chegar as suas preocupações às autoridades municipais já que os mesmos representam perigo à própria segurança das pessoas.

Recorda-se que, em Setembro do ano passado, uma criança de 10 anos, do sexo masculino, foi vítima da acção de um cão, no bairro de Fonte Aleixo, que lhe atingiu os seus órgãos genitais, tendo sido submetido a quatro intervenções cirúrgicas nos hospitais São Francisco de Assis (Fogo) e Agostinho Neto (Praia).

JR/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos