Fogo: Cães vadios continuam a dizimar rebanhos dos criadores perante a “passividade” das autoridades

São Filipe, 06 Dez (Inforpress) – Um criador de gado da zona sul de São Filipe perdeu na noite de quarta para quinta-feira nove cabeças de cabras da raça melhorada, devido a acção de cães vadios que continuam a dizimar o gado caprino.

O criador de Patim Nazolino Tavares contactou à Inforpress para denunciar o ataque de cães vadios que, segundo o mesmo, exterminou quase a totalidade do seu rebanho, sublinhando que esta situação persiste porque as autoridades com responsabilidade nesta matéria têm permitido, ao não adoptar quaisquer medidas em relação a população canina, supostamente vadios, que tem aumentado na ilha.

Segundo o criador, os animais encontravam-se num curral nas proximidades do perímetro irrigado de Monte Genebra e quando regressou no dia seguinte deparou com a situação, tendo encontro alguns ainda com vida, mas devido a gravidade dos ataques acabaram também por morrer, totalizando assim nove cabeças de cabras.

O relato de ataque de animais chega de quase todas as localidades com maior concentração de gado caprino e os criadores, cansados com a situação e a passividade das autoridades, continuam a denunciar os casos registados, na expectativa de que um dia a situação possa vir a ser resolvida.

Há pouco mais de um ano, quando registou o pico de ataques de animais pelos cães vadios, inclusive no período diurno, as autoridades locais prometeram juntamente com o Governo encontrar mecanismos para o combate a cães vadios, mas no dizer dos criadores a situação continua na mesma e sem uma solução à vista.

Já na cidade de São Filipe e arredores, a presença de cães vadios tem preocupado os moradores que por diversas vezes já fizeram chegar as suas preocupações às autoridades municipais, uma vez que a situação representa também um perigo para a própria segurança das pessoas.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos