Fogo: Associação promove megacampanha de limpeza das praias no quadro da campanha de conservação de tartarugas

São Filipe, 11 Mai (Inforpress) – A Associação Projecto Vitó, uma organização não-governamental que desde 2009 actua na protecção da biodiversidade, promove no sábado, 14, uma megacampanha de limpeza das praias de São Filipe.

A campanha contará com envolvência dos principais parceiros do Projecto Vitó e dos seus voluntários e vai cobrir as principais praias de São Filipe que são procuradas pelas tartarugas para desova, nomeadamente Nossa Senhora da Encarnação, Fonte Vila e Marmulano, nas proximidades do porto de Vale dos Cavaleiros.

De acordo com uma nota da Associação do Projecto Vitó, a campanha de limpeza enquadra-se na preparação da implementação do projecto de promoção e conservação de tartarugas marinhas e, além das praias de São Filipe, campanhas semelhantes serão realizadas nas praias dos municípios de Mosteiros e de Santa Catarina do Fogo, procuradas pelas tartarugas para desovas.

A associação espera contar com mais de meia centena de participantes, que serão divididos em grupos que vão actuar, em simultâneo, nas praias de Nossa Senhora da Encarnação, Fonte Vila e Vale dos Cavaleiros, estando a concentração agendada para as 06:30 na Praça das Bandeiras.

A praia de Fonte, uma que será alvo da campanha de limpeza, integra a lista das praias “mais fantásticas de África” da Flight Network (colectivo de agentes e publicações ligadas ao turismo), ocupando a 28ª posição.

Além da campanha de limpeza, o Projecto Vitó, lançou na sua página um edital a anunciar, no quadro do projeto promoção da conservação das tartarugas marinhas na ilha do Fogo e nos ilhéus do Rombo, a abertura de candidatura para a selecção e contratação de monitores de praias de desova (guardas) nos três municípios da ilha do Fogo para a campanha de conservação de tartarugas marinhas, época 2022 (15 de Junho a 15 de Outubro).

No ano passado, de acordo com o relatório de actividades da Associação Projecto Vitó, foram registados um total de 2.649 ninhos e igual número de rastos nas praias da ilha do Fogo e 6.835 ninhos e 16.124 ninhos no Ilhéu de Cima (Ilhéus Rombos), espaços onde esta organização não-governamental trabalha na conservação de tartarugas marinhas.

JR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos