Fogo/Água: Nova tarifa com redução para clientes do primeiro escalão e aumento para terceiro escalão (c/áudio)

São Filipe, 04 Jan (Inforpress) – O  novo tarifário de serviços urbanos de abastecimento de água praticado pela Empresa Intermunicipal de Águas (Águabrava), a partir de Janeiro 2020, acusa uma redução no primeiro e um aumento no terceiro escalão.

Em declarações à Inforpress,  o administrador/delegado da Águabrava, Rui Évora, disse que o novo regulamento tarifário para clientes domésticos apresenta três escalões, sendo que o primeiro vai dos zero aos cinco metros cúbicos, o segundo entre os cinco e os dez metros cúbicos e o terceiro para o consumo superior a dez metros cúbicos.

Em relação ao primeiro escalão, explicou, há uma redução na ordem dos 10 por cento (%), o segundo escalão o preço mantém-se e não há qualquer alteração e quanto ao terceiro escalão regista-se um aumento na ordem dos nove por cento.

Além disso, avançou, que em relação aos clientes domésticos há outra alteração que é a estrutura tarifária, observando que até Dezembro de 2019 a empresa praticava a facturação por patamar, isto é, se um cliente consumia seis metros cúbicos de água, pagava na totalidade no segundo escalão.

A partir de Janeiro com o novo tarifário há uma alteração na estrutura tarifária e a facturação passa a ser por enchimento ou escalão progressivo, e caso um cliente consome seis metros cúbicos paga cinco no primeiro escalão e um no segundo escalão, a mesma coisa acontecendo com um cliente que consome 15 metros cúbicos não pagara a totalidade no terceiro escalão, mas sim cinco no primeiro, outros cinco no segundo e outros cinco no terceiro escalão.

A empresa, segundo o administrador/delegado não possui apenas consumidores domésticos mas tem outras categorias de clientes, observando que com o novo tarifário há um aumento na ordem dos 10% para industria, turismo e comercio, redução para metade do preço da venda de água nos chafariz, passando de 600 para 300 escudos por metro cúbicos e mantendo-se o preço de venda de água para agricultura e pecuária nos 70 escudos/metro cúbico para rega gota-a-gota e 110 escudos para rega por alagamento.

Como o grosso dos consumidores estão no primeiro e segundo escalões, Rui Évora considerou que globalmente há uma redução do preço da água com a entrada em vigor, a partir de 01 de Janeiro de 2020 do novo tarifário.

Os preços incluem o Imposto sobre Valor Acrescentado (IVA) já que é uma decisão do Governo, pese embora o primeiro-ministro ter anunciado no ano passado que a partir de 2020 o Governo tomaria a decisão de retirar o IVA do preço de água para agricultura e pecuária, mas tal ainda não aconteceu.

Com relação a diminuição do valor do contrato e das taxas de religação, Rui Évora indicou que não há nenhuma alteração e que os valores do contrato se mantêm nos 12 mil escudos para o ramal de ligação domiciliário e que os clientes deixam de comparticipar com os custos de tubagens e acessórios e na abertura e fechos das valas como anteriormente, passando estes custos a serem suportados pela Águabrava.

JR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos