Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Fogo: A educação é uma das prioridades da Câmara Municipal de São Filipe – Nuías Silva

São Filipe, 09 Set (Inforpress) – A educação é uma das prioridades do município de São Filipe e está em linha com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no horizonte 2020/30 que é de alcançar uma educação de qualidade e inclusiva.

Esta ideia foi defendida hoje pelo presidente da Câmara Municipal de São Filipe, Nuías Silva, durante a realização da primeira gala de entrega dos prémios de excelência escolar a quatro dezenas de alunos do primeiro ao 12º ano de escolaridade, dos quatro agrupamentos escolares do município que se destacaram no ano lectivo 2020/21, e premiação dos melhores desenhos das crianças dos jardins de infância.

Para ter uma educação de qualidade, salientou Nuías Silva, a autarquia está a desenvolver um trabalho intenso de parceria com as estruturas de educação no concelho, mas também através de parcerias e protocolos com instituições de educação a nível nacional e a retoma da cooperação com instituições estrangeiras.

Como exemplo apontou o trabalho que está sendo desenvolvido com o governo para montar o centro universitário do Fogo, referindo que “uma das maiores ambições do Fogo é ver os seus filhos a estudarem, no pós-secundário, aqui na ilha” e a câmara municipal tem-no feito através da parceria com o Governo.

Nuías Silva disse que dentro de duas semanas receberá a visita da Reitora da Universidade de Cabo Verde para a assinatura de um protocolo específico e bilateral e que as duas partes estão a desenhar, ainda para este ano, o lançamento de dois cursos superiores profissionalizantes e um mestrado em que São Filipe participará juntamente com outras ilhas.

Por outro lado, indicou que este ano a autarquia de São Filipe vai enviar 24 jovens para estudarem nas escolas profissionais e universitárias de Portugal, mas reafirmou que a ambição é ter os jovens a estudarem na própria ilha e a ajudarem no processo de desenvolvimento, mas enquanto não forem criadas as condições suficientes e necessárias para tal a câmara municipal não poupará esforços para dar oportunidade aos jovens.

Silva anunciou uma série de iniciativas para o sector da educação como a inauguração, para breve, da biblioteca municipal numa versão que alia a biblioteca tradicional com a mediateca ligadas às universidades mundiais, a transformação do centro cultural numa escola de formação cultural, a regulamentação da atribuição de subsídios e de transportes escolares para que todos aqueles que precisam sejam contemplados, salientando que a Câmara Municipal de São Filipe gasta mais de 40 mil contos por ano com subsídios e transporte escolar.

A gala de entrega de prémios de excelência escolar, para o presidente da autarquia, é um acto que reveste de grande importância porque visa reconhecer e premiar o mérito e desafiou a delegação do Ministério da Educação para, no próximo ano, aderir a uma parceria para a sua realização.

“Temos trabalhado em estreita parceria e reforçado os índices de confiança institucional e junto com a delegação vamos fazer muita coisa para a educação em São Filipe”, disse.

Por sua vez, o delegado do Ministério da Educação, Emanuel Barbosa, disse que os alunos que foram premiados representam o sucesso da missão educativa e que este reconhecimento é fruto de um trabalho árduo da comunidade educativa.

Barbosa disse que o maior investimento que os pais e encarregados de educação podem fazer para os seus filhos/educandos é a presença, a participação e contribuição na rotina escolar dos mesmos.

Emanuel Barbosa felicitou a autarquia por esta iniciativa que incentiva todos os alunos e professores, adiantando que a perspectiva da delegação é continuar com a sintonia existente e reforçá-la ainda mais, de modo que novos ganhos sejam conseguidos em prol da melhoria da qualidade do ensino/aprendizagem nas escolas do concelho.

A vereadora da Educação, Eva Spínola, disse que a realização desta gala é um momento de orgulho para a sociedade de São Filipe porque todos estão conscientes de que as crianças e os jovens são os maiores recursos do município, da ilha e de Cabo Verde

“A premiação e o reconhecimento daqueles que se esforçam para conseguir níveis de excelência é colher frutos que contagia e motivam gerações, fazendo com que as crianças desenvolvam e amadureçam a sua auto-estima de uma forma positiva”, referiu a vereadora, salientando que esta prática merece uma atenção especial de todas as instituições públicas e privadas e da sociedade em geral.

Aos alunos premiados do Ensino Básico Obrigatório (EBO), até ao 6.º ano, receberam batas/uniformes, kits completos dos manuais com excepção de um manual que será levantado posteriormente e alguns materiais didácticos.

Os do ensino secundário, a partir do 7.º ano receberam uniformes, manuais completos, alguns materiais didácticos, sendo que os do 8.º ano receberam ainda um telefone Alcatel e tablete.

Para os que concluíram o 12º ano os prémios foram matérias de informática e telefones celulares, sendo que aos dois melhores alunos das duas escolas secundárias foram atribuídos um computador portátil HP.

A melhor aluna da escola secundária Dr. Teixeira de Sousa e de Cabo Verde no ano lectivo 2020/21, Virgínia Vicente, agradeceu em nome dos premiados e apelou aos estudantes para mais trabalho e não desistirem perante os obstáculos.

JR/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos