Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

FIC 2021: Expositores começam arrumação dos stands e até meio-dia de quarta-feira tudo estará pronto para abertura – organização

Cidade da Praia, 15 Nov (Inforpress) – A organização da FIC 2021 revelou hoje que os expositores nacionais e estrangeiros iniciaram já a arrumação dos stands e garante que até ao meio-dia de quarta-feira, 17, tudo estará pronto para a abertura do evento às 17:00.

Em conversa com a Inforpress a administradora delegada da XXIV Feira Internacional de Cabo Verde (FIC 2021), Angélica Fortes, adiantou que a organização está a trabalhar a todo gás nos últimos preparativos para o arranque do evento, que este ano contará com a participação de 125 empresas de vários países.

“Este é o momento para os expositores entrarem em acção no sentido de arrumarem e decorarem os seus stands. E agora estamos aqui a fazer alguns arranjos e a aguardar a decoração geral por parte dos expositores para abertura”, disse.

Neste momento, alguns expositores estrangeiros já estão no país, devendo nas próximas horas chegar o grosso das empresas participantes.

Os últimos dados apontam para a inscrição de 125 empresas, das quais 66% são cabo-verdianas e 34% estrangeiras, para ocupar cerca de 30 stands distribuídos pela parte interior e exterior do edifício da FIC.

“Para além dos expositores cabo-verdianos estão inscritos expositores de Portugal, que representam 23% das empresas estrangeiras, de Alemanha, dos Estados Unidos de América, da China, da Mauritânia e da Áustria que juntos representam 11% do total das empresas”, precisou.

Angélica Fortes salientou que este ano apesar da pandemia houve uma participação superior dos países estrangeiros comparado com as outras edições.

“É um facto que chamou a nossa atenção porque apesar da pandemia os países quiseram participar na feira e temos uma forte participação da Áustria”, exemplificou.

Durante a feira, serão realizados um conjunto de actividades paralelas, destacando algumas conferências, simpósios e encontros com entidades governamentais e outras personalidades, com o intuito de reflectir a situação das empresas neste momento e pensar numa forma de “alavancá-las”.

Em conferência de imprensa na semana passada, o presidente do conselho de administração da FIC, que é também presidente da Câmara de Comércio de Sotavento, Jorge Spencer Lima, considerou que a realização desta feira “é uma indicação da volta à normalidade após o período de pandemia”.

Jorge Spencer Lima sublinhou que esta feira, que tem como lema  “Cabo Verde e as oportunidades em tempos de crise”,  é também uma  forma de “ajudar as empresas”, tendo em conta que passaram por momentos difíceis durante a pandemia da covid-19, reforçando que algumas delas “não vão sobreviver”.

A abertura do evento, que se prolonga até ao dia 20 de Novembro, está agendada para às 17:00 de quarta-feira.

A FIC é hoje o maior evento empresarial/comercial realizado no país. Pretende-se que as feiras sejam para além de um espaço privilegiado de promoção de produtos e serviços, mas também uma janela de atracção de investimentos para Cabo Verde, de visitantes, tanto residentes como não residentes.

MJB/ZS

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos