Feira de profissões: Ministério da Educação auxilia jovens na “escolha consciente” dos ofícios futuros

 

Cidade da Praia, 08 Jun (Inforpress) – O Ministério da Educação, através da Direcção Nacional de Educação, realizou hoje uma feira de profissões para proporcionar aos alunos um “contacto directo” com profissionais rumo a uma “escolha consciente” dos seus futuros ofícios.

Em declarações à imprensa, a técnica da Direcção Nacional de Educação (DNE), Helena Veríssimo, explicou que a iniciativa enquadra-se no núcleo educativo do Ministério da Educação que tem como parceiras as escolas secundárias de toda a ilha de Santiago.

Esta representante adiantou ainda que as orientações profissionais para os alunos que vão integrar o ensino universitário não resumem somente à actividades deste cariz, contudo, fez saber que em todas as instituições de ensino secundário existe um gabinete de orientação educativa.

“Nestes gabinetes existem psicólogos ou professores orientadores que possuem o papel de direccionar os alunos na escolha da profissão futura” argumentou.

Durante a feira, que decorre até sexta-feira, 09, na praça do Liceu Domingos Ramos, na Cidade da Praia, prevê-se a realização de diversas actividades relacionadas com a preferência profissional, esclarecimentos ligado às escolhas futuras e acção de motivação escolar e sucesso educativa que vão ser apresentadas pelos jovens estudantes de diversas escolas da ilha de Santiago.

O delegado do Ministério da Educação, Adriano Moreno, para além de sublinhar que esta feira constitui uma “mais-valia” para estes alunos, uma vez que vai servir-lhes na vida futura, garantiu também que a iniciativa vai auxiliar os alunos no “conhecimento de dificuldades e prazeres” que existem a nível das profissões para que possam fazer uma escolha “consciente”.

Com a realização desta actividade, o Ministério de Educação espera que os alunos venham a ter cada vez mais “consciência” no processo da escolha vocacional e profissional.

Na feira estiveram representadas várias instituições, entre eles o Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI), Agência Nacional de Comunicações (ANAC), Verdefam, universidades e escolas profissionais do país.

AF/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
[wd_asp elements='search' ratio='100%' id=2]
    • Categorias

  • Galeria de Fotos