FCF quer assegurar segurança social dos atletas

Cidade da Praia, 14 Dez (Inforpress) – A direcção da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) quer formalizar a relação entre atletas e clubes, em busca da cobertura social dos atletas, a par do seguro desportivo, com vista a garantir a segurança social dos futebolistas.

Para o efeito, o líder federativo, Mário Semedo, encontrou-se hoje com a presidente do Instituto de Seguros e Previdência Social (INPS), Orlanda Ferreira, para manifestar a preocupação da instituição que dirige.

“Embora não haja uma assunção clara, o certo é que existem jogadores que vivem do futebol, recebendo, mensalmente, dos clubes uma determinada remuneração, portanto, existindo uma clara relação de trabalhador/empregador”, relatou Semedo em comunicação enviada à Inforpress.

Semedo defendeu “a flexibilização das taxas contributivas escudando-se no facto de o fenómeno desportivo ainda não ser rentável”.

A presidente da comissão executiva do INPS, citado pela FCF, considerou muito positivo o encontro, e aproveitou a oportunidade para informar das “demarches” que estão a ser feitas a nível da legislação da segurança social, com vista a poder enquadrar essa situação.

SR/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos