FAO promove diálogo sobre o papel da mulher na mitigação dos efeitos das mudanças climáticas

Cidade da Praia, 06 Mar (Inforpress) – A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) em Cabo Verde assinala o Dia Internacional das Mulheres – 08 de Março, com um “diálogo sobre o papel das mulheres na mitigação dos efeitos das mudanças climáticas”.

De acordo com a ONU Mulheres, o avanço da igualdade de género no contexto da crise climática e a redução do risco de desastres é um dos maiores desafios globais do século XXI.

“Mulheres e homens estão expostos de forma diferente aos impactos das mudanças climáticas, devido à sua situação inicial diferenciada”, acrescenta a ONU Mulheres.

Para a instituição, as mulheres estão a ser cada vez mais reconhecidas como “mais vulneráveis aos impactos das mudanças climáticas do que os homens”, pois constituem a maioria dos pobres do mundo e são mais dependentes dos recursos naturais que as mudanças climáticas mais ameaçam.

As mulheres rurais cabo-verdianas, sublinha a ONU, estão em “maior vulnerabilidade” devido às normas de conformidade de género e falta de oportunidades, mas também quando alvo de programas que analisam as suas necessidades e as colocam no foco, como tem sido o caso do projecto REFLOR-CV, elas saem da situação de vulnerabilidade para passarem a ter a condição de agentes de mudança nas suas vidas e nas suas comunidades, tornando as suas famílias mais resilientes aos choques.

“A igualdade de género é essencial para o alcance do mandato da FAO de um mundo livre da fome, desnutrição e pobreza”, frisa a Organização que reconhece que a persistência das desigualdades entre mulheres e homens é um “grande obstáculo para a agricultura, as pescas e o desenvolvimento rural, bem como para o garante da segurança alimentar”.

No evento, segundo uma nota da representação da FAO, além da primeira-dama, participam mulheres-líderes de comunidades abrangidas por projectos geridos pela organização, representante da FAO, coordenadora das Nações Unidas, embaixadora da União Europeia, a directora-geral da Agricultura e dirigentes de instituições parceiras.

LC/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos