FAO promove conferência com parceria global para analisar, partilhar e avaliar trabalhos realizados no âmbito do projecto IPC

Cidade da Praia, 21 Fev (Inforpress) – A Parceira Global do projecto “Iniciativa Pesca Costeira-(IPC)” realiza, de 22 a 26 de Fevereiro, uma conferência para analisar, partilhar e avaliar os trabalhos executados pelas componentes na África Ocidental, América Latina e Indonésia.

“São zonas diferentes, com contextos de pesca totalmente diferentes, apesar de similitude na África Ocidental, os países pioneiros Cabo Verde, Senegal e Costa do Marfim têm algumas diferenças quanto à pesca costeira, assim como na América Latina e Indonésia”, disse em declarações à Inforpress, a responsável nacional do projecto, Edelmira Carvalho.

Conforme Edelmira Carvalho, no país beneficiam do projecto “Iniciativa Pesca Costeira” as ilhas do Maio e São Vicente, onde o público alvo foi apoiado com ferramentas de governança no sector das pescas, melhoramento na cadeia de valores, comunicação e partilha de conhecimento.

A ideia, realçou aquela responsável, é executar iniciativas nas duas ilhas piloto do projecto para depois levar a outras ilhas ou comunidade e alargar a parceria com o sector privado visando com isso melhorar a cadeia de valores e abastecimento de peixe nas comunidades.

“Em Cabo Verde, neste momento, estamos a trabalhar alguns componentes da legislação, elaborando uma lei específica para a pesca costeira, além de termos realizado formações para peixeiras da comunidade de Maio e São Vicente e ensinando as boas práticas para trabalhar o pescado”, afirmou.

Realçou, ainda, que a situação da pandemia contribuiu para atrasar o projecto, visto que o trabalho que deveria ser feito junto da comunidade ficou limitado devido às restrições impostas pelas autoridades sanitárias.

Porém, apesar da pandemia, admite ter sido realizado alguns estudos junto das comunidades alvo do projecto.

A Iniciativa Pesca Costeira (IPC) é financiada pelo Fundo Mundial para o Ambiente (GEF) e representa um esforço global de colaboração entre várias agências das Nações Unidas e organizações internacionais de conservação para melhorar a gestão pesqueira e a conservação da biodiversidade marinha nas áreas costeiras, através de uma melhor governança e fortalecimento da cadeia de valor dos produtos de pesca.

O ateliê de lançamento da IPC foi realizado em Guayaquil, Equador, em Outubro de 2018, e a primeira conferência de Parceria Global aconteceu em Abidjan, Costa do Marfim, em Novembro de 2019.

Desta feita a FAO organiza uma Conferência de Parceria Global (CPG) virtual de 22 a 26 de Fevereiro de 2021, onde os parceiros irão analisar, partilhar e avaliar os trabalhos feitos pelas componentes na África Ocidental, América Latina e Indonésia.

Cabo Verde é representado no ateliê por um representante do Ministério da Economia Marítima, da Direcção Nacional do Planeamento, da Direcção Nacional do Ambiente, da Associação de Pescadores de São Vicente, equipa nacional do Projeto IPC e as ONG RAMAO e Biosfera.

As sessões serão online, diariamente, a partir das 11:00 (de Praia).

PC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos