FAO disponibiliza experts para combater a praga de lagarta-de-cartucho-de-milho, ministro

 

Cidade da Praia, 21 Ago (Inforpress) – O ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, confirmou hoje o apoio da FAO com disponibilização de experts para ajudar Cabo Verde a combater a praga de lagarta-de-cartucho-de-milho.

Gilberto Silva, que falava à Imprensa à margem da cerimónia de apresentação oficial do “Projecto de Adaptação da Agricultura Familiar às Mudanças Climáticas”, disse ainda que os especialistas da FAO vão ajudar o país a promover medidas concretas no combate a esta praga.

“É uma parga que abrangeu a África há pouco mais de dois anos, foi introduzida a partir das Américas, mais provavelmente da América Latina. Vai ser uma luta integrada, pois, não vamos combater a praga com pesticidas”, afirmou.

Para esse combate, explicou, vai-se encontrar inimigos naturais da praga, fazer a multiplicação para depois fazer-se o combate.

O governante, que asseverou que ainda não se pode falar de prejuízos a nível da agricultura, é de opinião que se não se controlar a praga agora, a situação pode piorar, visto que se trata de uma praga que usa mais de oitenta produtos agrícolas para sobreviver.

Em Cabo Verde a praga de lagarta-de-cartucho-de-milho foi avistada pela primeira vez, este ano, na ilha de Santo Antão, tendo já atingido a ilha do Fogo, Maio, Boa Vista e Santiago.

PC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos