Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Exposição de pintor cabo-verdiano é segundo evento da 13.ª Semana Cultural da China e dos países lusófonos

Macau, China, 18 Jun (Inforpress) – Uma exposição de pintura do cabo-verdiano Eduardo Bentub, a inaugurar em 02 de Julho, é o segundo evento da 13.ª Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa, que se estende até Dezembro.

Tal como em 2020, em que a pandemia da covid-19 obrigou a organização da Semana Cultural a recorrer aos formatos ‘online’ e ‘offline’, este ano o Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) vai continuar a privilegiar estes dois formatos para “permitir ao público de todo o mundo experimentar, em diversas formas, as ricas e diversificadas tradições e culturas lusófonas”, de acordo com a página oficial do Fórum de Macau na rede social chinesa WeChat.

Entre as actividades ‘offline’ desta edição destaque para as exposições de “Policromias Lusófona” de artistas oriundos de diferentes áreas, como pintura, escultura, fotografia, instalação artística, entre outras, oriundos dos oito países de língua portuguesa e de Macau.

Inaugurada em 11 de Junho e patente até ao dia 27, a primeira exposição deste ciclo foi da portuguesa Ana Jacinto Nunes, intitulada “Notícias da Floresta”, também incluída nas comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas em Macau, no âmbito do programa “Junho, Mês de Portugal na RAEM” (Região Administrativa Especial de Macau).

Depois do autor de Cabo Verde, o ciclo de exposições prossegue com o artista plástico de São Tomé e Príncipe Guilherme Carvalho, cuja mostra deverá ser inaugurada em 23 de Julho.

Também até 31 de Dezembro, o programa prevê a realização, no Complexo da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, de vários ‘workshops’ em que “os participantes podem aprender a confeccionar os acessórios tradicionais do mundo lusófono” e experimentar “a diversidade cultural” dos países lusófonos.

Nas actividades ‘online’, o Fórum indicou estar a decorrer o “Concurso da Criação de Vídeos Promocionais sobre os Países de Língua Portuguesa”, coorganizado pelo Secretariado Permanente do Fórum de Macau e pelo Instituto Politécnico de Macau, e com a participação de equipas constituídas por estudantes das instituições de ensino superior da China, da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e dos países lusófonos.

A votação ‘online’ vai decorrer em 01 de Setembro.

Por outro lado, a organização indicou que, devido à pandemia, nesta edição da Semana Cultural “serão acrescentados mais conteúdos ‘online’ bem como programas mais diversificados”, continuando a promover “o intercâmbio e a cooperação culturais entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, através de Macau, como plataforma de serviços para a cooperação comercial entre a China e os países lusófonos.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos