Expedição do projecto Marcete II estuda golfinhos e baleias nas águas de São Nicolau

Ribeira Brava, 13 Set (Inforpress) – Biólogos de países europeus entre os quais Portugal,  Bélgica e Holanda e das Canárias, estão em São Nicolau desde do início deste mês a recolher amostras de espécies marinhas como a baleia-piloto, no âmbito do projecto Marcete II.

Em declarações à Inforpress, o biólogo e ex-director do Museu da Baleia da Madeira, Portugal, Luís Freitas, explicou que o objectivo é tentar compreender melhor a ecologia e o estado de saúde das baleias-piloto e dos golfinhos corveiros.

Segundo o mesmo, o trabalho implica a recolha de amostras de pele dos animais, nos Açores, Madeira, Canárias e agora, por último, em Cabo Verde.

“Que tem sido uma surpresa fantástica, vocês têm umas águas ricas com bastantes animais, tem sido bastante enriquecedor”, afirmou, sublinhando que pretendem instalar dois transmissores de satélite nas baleias pilotas, para poderem seguir os animais.

Segundo Luís Freitas, este procedimento é “importante”, pois vai permitir saber se Cabo Verde partilha a mesma população destes mamíferos com Açores, Madeira e Canárias.

Luís Freitas acredita, por outro lado, que a ilha de São Nicolau tem todas as condições para desenvolver a actividade turística de observação das baleias, contudo alerta, que é preciso para isso, que a actividade seja feita de forma controlada.

WM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos