Ex-militar EUA condenado a 35 anos por querer juntar-se ao dito Estado Islâmico

 

Nova Iorque, 01 Jun (Inforpress) – Um ex-mecânico da Força Aérea dos EUA foi sentenciado na quarta-feira por um tribunal federal de Nova Iorque a 35 anos de prisão por procurar juntar-se ao grupo radical Estado Islâmico na Síria.

Tairod Nathan Webster Pugh, de 49 anos e especialista de aviónica e instrumentação na Força Aérea, entre 1986 e 1990, foi também considerado culpado de obstrução à justiça, uma vez que procurou destruir um computador portátil que continha vídeos de execuções.

Natural de Nova Jérsia, converteu-se ao Islão nos finais dos anos 90 e desde então foi-se radicalizando, segundo a acusação.

Lusa/Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos