Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Estudante da UniPiaget Aníria Tavares vence prémio “Jovem investigador” 2020

Cidade da Praia 05 Jun (Inforpress) – A estudante da Universidade Jean Piaget Aníria Tavares venceu o prémio “Jovem investigador” 2020 com o trabalho “Papel social do arquitecto: do urbano ao edificado, requalificação urbana e ante-projecto de um centro comunitário no bairro de Kelém”.

A escolha da data para entrega dos prémios foi motivada pela actual situação pandémica do mundo, como forma de reflectir e incentivar os jovens sobre as práticas sociais, principalmente neste contexto, perspectivando melhorias de atitude e reeducação ambiental para o desenvolvimento.

Em declarações à imprensa, à margem da cerimónia de entrega do prémio, a estudante Aníria Tavares mostrou-se “muito satisfeita” com a distinção, que lhe foi atribuído no dia Mundial do Meio Ambiente.

“O meu trabalho de monografia retrata o trabalho do arquitecto no seio das comunidades e, neste caso, a comunidade escolhida foi a Achada Santo António, concretamente a comunidade de Kelém, onde fiz um ante-projecto comunitário para Associação Kelém em desenvolvimento”, referiu.

Apontou, no entanto, a falta de base de dados da Cidade da Praia como “principal constrangimento” encontrado no terreno durante a investigação, referindo, por outro lado, que o papel social do arquitecto vai muito além da “função de elaborar projectos”.

“O principal constrangimento é o banco de dados para ter acesso as informações aqui na cidade da Praia é difícil, podemos encontrar dados gerais mas especifico da cidade não por isso que concurso desses tipos há de se louvar que fazer investigações conseguimos mais dados para trabalhos posteriores”, realçou, afirmando que os próximos passos são de mobilização de apoio para a construção do referido centro comunitário.

Apelou, por outro lado, a uma “maior valorização e preservação” do meio ambiente e a mais acções que incentivem os jovens nas pesquisas científicas nas áreas ligadas aos ecossistemas, ambiente e saúde.

O prémio “Jovem investigador” tem por objectivo distinguir trabalhos de fim de curso, produzidos por estudantes matriculados nos cursos de Licenciatura e Mestrado da Universidade Jean Piaget, almejando incentivar a pesquisa científica nas áreas do ambiente e da saúde em Cabo Verde

Foram admitidos a concurso memórias de licenciatura, dissertações de mestrado ou projectos finais de qualquer unidade curricular ministrada na Universidade Jean Piaget, avaliados entre 2018 a 2020.

O prémio faz também parte das actividades do projecto de redução do impacto das infra-estruturas sobre ecossistemas costeiros na África Ocidental, que é financiado pela Mava Foundation.

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado 05 de Junho, é um evento mundial liderado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e comemorado por milhares de comunidades em todo o mundo. Desde que foi instaurado, em 1972, se tornou a maior celebração do meio ambiente.

O Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano incitará governos, indústria, comunidades e indivíduos a se unirem para explorar a energia renovável e as tecnologias verdes, bem como melhorar a qualidade do ar em cidades e regiões de todo o mundo.

Segundo a ONU Meio Ambiente, 92 por cento (%) das pessoas em todo o mundo não respiram ar limpo; a poluição do ar custa à economia global 5 triliões de dólares por ano; a poluição do solo pelo ozónio deverá reduzir os rendimentos de cultivos básicos em 26% até 2030.

CM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos