Especialista brasileiro defende que criação de uma associação colectiva de direitos de autor de actores vai profissionalizar o sector

Cidade da Praia, 23 Fev (Inforpress) – O especialista brasileiro em direitos de autor Victor Drummond defendeu hoje que a criação de uma associação colectiva de direitos de autor de actores cabo-verdianos pode permitir a profissionalização do sector.

Victor Drummond fez esta consideração à imprensa, à margem do encontro de actores de diversas áreas, para uma conversa aberta sobre o sector, que aconteceu no Palácio da Cultura Ildo Lobo, na Cidade da Praia.

“Em todos os lugares onde haja a união de associações de artistas existe uma inquestionável profissionalização do sector Os artistas começam a ser vistos de outra forma”, explicou, indicando que, além disso, pode constituir uma força importante na defesa dos seus direitos.

Conforme disse, as vantagens de ter uma associação colectiva reside no facto de os artistas puderem ter uma remuneração adicional àquele trabalho que já se tem como interprete, como acontece na música ou em vários outros sectores.

A ideia que “quer transmitir” para os actores cabo-verdianos passa por “disseminar uma série de direitos”, que já estão universalizados, “inclusive na lei nacional”, que eles precisam se consolidar como um grupo de artistas, “para que esses direitos, que já estão reconhecidos, possam ser exercidos de facto”.

A conversa aberta entre os actores e o especialista brasileiro tinha como principal tema abordar a criação da associação, a informatização do sector e a abordagem da lei dos direitos do autor.

Victor Drummond é presidente do Comité Jurídico e de Desenvolvimento da Latin Artes, e director geral da InterArtis, do Rio de Janeiro, Brasil.

HR/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos