Espanha/Ataques: Presidente da República e Governo assinam livro de condolências na Embaixada da Espanha

 

Cidade da Praia, 22 Ago (Inforpress) – O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca e o ministro da Cultura, Abraão Vicente em nome do Governo, assinaram hoje o livro de condolências na Embaixada da Espanha em Cabo Verde em memória dos atentados em Barcelona e Catalunha (Espanha).

Em declarações à imprensa, o chefe de Estado manifestou a sua solidariedade e “sentimento de partilha de dor” em seu nome pessoal e do povo cabo-verdiano com o povo e autoridades espanholas, de Catalunha e particularmente com os familiares das vitimas do atentado de Barcelona.

Para além de “partilha de sentimento de solidariedade” explicou que sua ida à Embaixada de Espanha deve-se à “partilha de ideias” que se traduzem e traduzirão sempre num “combate firme ao terrorismo ou outras formas vis de atentado aos direitos das pessoas, e também “partilha de ideias de liberdade e de democracia” que devem estar sempre presentes, mesmo em momentos como estes.

O mais alto magistrado da Nação, que já tinha enviado uma carta de condolências ao rei de espanhol Filipe VI, considerou tais actos de “repugnantes” e pediu “luta e combate firme” contra o terrorismo.

“Na democracia combate-se com democracia e com métodos da democracia. Temos que procurar ser eficientes, firmes na luta contra o terrorismo, mas essa luta e combate não devem ser feitos com base nos princípios e valores idênticos, temos de usar os nossos métodos, estribar os nossos valores e com inteligência e firmeza e lucidez procurar atingir o terrorismo lá onde ele possa ser afectado de uma forma muito relevante”, defendeu.

Jorge Carlos Fonseca lembrou ainda que já enviou carta de condolências aos seus homólogos de Mali, Serra Leoa e outros países africanos que têm sido vítimas de terrorismo e de desastres naturais, como a de Serra Leoa onde um deslizamento de terra provocou a morte de centenas de pessoas.

Por seu turno, o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, disse que o Governo de Cabo Verde está “ao lado” das Nações que lutam pela paz, pelo combate ao terrorismo e combate àqueles que insistem em colocar em perigo o modo de vida e a civilização construída secularmente.

O Governo está solidariamente ao lado do povo da Espanha, Catalunha e Barcelona que segundo disse sofreu um “grave atentado à sua paz, tranquilidade e ao Estado de desenvolvimento”.

“Nós Governo de Cabo Verde quisemos com este acto solidarizar e fazer parte desta corrente mundial que combate com todas as forças o terrorismo e se coloca a paz nas Nações que cultivam a paz e a solidariedade”, enfatizou.

A Espanha foi alvo, no dia 17, de dois ataques terroristas na região da Catalunha, em Barcelona, na quinta-feira, e em Cambrils, na madrugada de sexta-feira, ambos com utilização de veículos que atropelaram pessoas indiscriminadamente, provocando 15 mortos e mais de 100 feridos.

Os ataques foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

FM/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos