Espanha propõe para breve a instalação de câmara hiperbárica no sector da defesa em Cabo Verde

 

Cidade da Praia, 28 Jun (Inforpress) – As relações de cooperação e amizade entre Cabo Verde e Espanha no sector da defesa estão a resultar num novo projecto que passa pela instalação de uma câmara hiperbárica em Cabo Verde, para breve.

A informação foi avançada hoje pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e da Defesa, Luís Filipe Tavares, na cerimónia de condecoração do adido de defesa junto da Embaixada da Espanha em Cabo Verde, o coronel Vicente Hueso Garcia, apontando que o projecto de instalação de uma câmara hiperbárica já está a ser desenvolvido.

Entretanto, o ministro elogiou as relações entre os dois países no sector da defesa “que se desenvolveu em varias frentes”, como a capacitação de quadros, a unidade de operações especiais, a policlínica militar, o laboratório de línguas, as visitas com meios aéreos e navais, e na fiscalização marinha e na busca e salvamento.

Luís Filipe Tavares considera que Cabo Verde e Espanha estão a consolidar uma parceira estratégica e, nesse âmbito, destaca a relação bilateral perspectivando o reforço constante centrado principalmente no domínio da defesa.

Referiu também ao apoio aquando da última erupção vulcânica e o afundamento do navio Vicente, por parte dos serviços militares espanhóis, tendo inclusive distinguido “o extraordinário nível de envolvimento do coronel Vicente Garcia e também na concretização de todos os projectos realizados ou a realizar em Cabo Verde”.

Por outro lado, reconheceu o trabalho da embaixadora da Espanha em Cabo Verde, Caridad Batalla, na aproximação, no reforço e na diversificação da cooperação entre os dois países.

O governante anunciou ainda que, brevemente, o novo embaixador de Cabo Verde em Espanha iniciará os trabalhos em parceira com a Embaixada de Espanha no arquipélago, de forma a contribuir, ainda mais, para o estreitamento das relações entre os dois países.

Por seu turno, o coronel Vicente Hueso Garcia, condecorado com a Medalha de Serviços Relevantes da segunda classe pelo ministro Luís Filipe Tavares, disse que embora esta condecoração seja um título pessoal, “é também uma manifestação de espírito de cooperação bilateral entre Cabo Verde e Espanha no domínio da defesa nos últimos quatro anos”.

Na ocasião, Vicente Hueso Garci revelou que este ano Cabo Verde será o país que mais receberá bolsas no âmbito do Programa de Cooperação Internacional a Ensino Militar, com um total de 34 militares e mais quatro médicos e enfermeiros.

O adido de defesa junto da Embaixada da Espanha fez um balanço positivo das relações de cooperação entre os dois países nos últimos quatro anos, destacando alguns projectos que foram desenvolvidos, nomeadamente a doação de materiais hospitalares à policlínica militar, a doação do laboratório de línguas e a capacitação de militares.

EA/SR/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos