Escola dos cegos “Manuel Júlio” assinala 40º aniversário com intercâmbio dos associados em São Lourenço

 

Cidade da praia, 25 Jun (Inforpress) – A escola dos cegos “Manuel Júlio” vai assinalar o seu quadragésimo aniversario de existência com um intercambio a nível nacional, a ter lugar hoje, no concelho de São Lourenço dos Órgãos.

Em declarações à Inforpress, o presidente da Associação dos Deficientes Visuais de Cabo Verde (ADEVIC) e responsável da escola, Marciano Monteiro, disse que a intenção é partilhar as vivências e experiências da escola com os associados e não só.

A maior preocupação da escola dos cegos “Manuel Júlio”, segundo o presidente da associação, tem que ver, anualmente, com a sustentabilidade do estabelecimento de ensino, assim como o lar que acolhe os internos de outras ilhas e concelhos da ilha de Santiago.

“Temos tido sempre constrangimentos no que se refere a material didáctico específico, como gravadores, que os deficientes visuais necessitam para gravar as matérias dadas nas aulas, pauta para escrita braille, cubo para ensino da matemática, entre outros”, disse.

No ano lectivo 2016/2017, a escola acolheu cerca de 35 alunos, sendo que 30 se encontravam no regime de internato.

A Escola “Manuel Júlio” começou a funcionar em 1977, na altura apenas com dois alunos, foi oficializada a 26 de Junho de 1993, mas enfrenta muitos desafios para a sua modernização visando acompanhar o sistema educativo e servir os membros da Associação dos Deficientes Visuais de Cabo Verde (ADEVIC).

PC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos