Entidades cabo-verdianas escusam-se a comentar medidas das autoridades de Bissau em suspender emissão da RTP e RDP África

 

Cidade da Praia, 03 Jul (Inforpress) –  O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca escusou-se a comentar a decisão das autoridades da Guiné-Bissau de suspender as emissões da RTP e RDP África, mas diz que tem acompanhado a situação.

“Como Presidente da República de Cabo Verde, não irei fazer nenhum comentário e até porque não tenho todos os elementos que me possam levar a uma avaliação prudente”, precisou o chefe de Estado, acrescentando que ainda não pôde abordar esta questão com o seu homólogo José Mário Vaz.

Jorge Carlos Fonseca fez estas considerações ao ser abordado pela imprensa à margem da cerimónia do colóquio para assinalar os 150 anos da criação do Seminário-Liceu de São Nicolau a que presidiu hoje na Cidade da Praia.

O ministro da Cultura e Indústrias Criativas, Abraão Vicente, que tutela a comunicação social, também não quis se pronunciar sobre o assunto.

“Não posso comentar os assuntos internos de um país amigo. Portugal já comentou porque isto tem a ver directamente com as instituições portuguesas”, afirmou o ministro, lembrando que no passado governantes cabo-verdianos comentaram situações houve um “mal-estar”, pelo que não vai contribuir para que esta situação volte a acontecer.

LC/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos