“Encontros do PM com jovens são para apresentar os resultados do sector”, JpD

Cidade da Praia, 23 (Inforpress) – O presidente da JpD, Euclides Silva, esclareceu hoje que os encontros do primeiro-ministro com os jovens são para apresentar os resultados da governação do Movimento para Democracia (MpD) para o sector da juventude.

Em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, para reagir às declarações do presidente da JPAI sobre os recentes encontros realizados pelo primeiro-ministro com os jovens, Euclides Silva considerou que tais afirmações foram “mal-intencionadas e que não correspondem minimamente à verdade”.

Nesta terça-feira, 23, Fidel Cardoso, classificou de “eleitoralistas” os recentes encontros do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, com os jovens, por se estar a três meses das eleições legislativas.

Por isso, o líder da juventude do maior partido que sustenta o Governo, considerou que a JPAI está em “contramão” com aquilo que é a realidade do País e que está fazendo “fretes” a nível do seu partido, que vem “pondo lama àquilo que são iniciativas do Governo”.

“Isto demonstra que a JPAI tem um presidente desinformado que está interessado em lançar confusões, trazendo inverdades à tona quando diz que o Governo não reuniu com os jovens nos últimos quatro anos”, notou

Euclides Silva informou que os encontros com os jovens têm servido para demonstrar os resultados da governação para a juventude no sector do emprego, da formação profissional, da empregabilidade e dos programas de empreendedorismo.

“Nos últimos quatro anos, não só o primeiro-ministro, mas também outros membros do Governo têm reunido com a juventude para anunciar medidas no sector. O que o primeiro-ministro está a fazer agora é para apresentar resultados”, clarificou.

De entres esses resultados, Euclides Silva destacou o financiamento, por parte do IEFP, de mais de 7.000 bolsas de estágios profissionais, a formação de mais de 800 jovens no CERMI, bem como os 2.000 jovens formados pela Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV).

“São esses resultados que incomodam a JPAI e o PAICV porque contrasta com aquilo que foi os 15 anos de desmando desse partido (…) que deixaram mais de 2.500 jovens sem certificados de formação profissional e 70 mil sem emprego”, concluiu o presidente da JpD.

No passado dia 18, Ulisses Correia e Silva esteve numa conversa aberta com jovens de São Domingos, no Centro de Emprego e Formação Profissional de Variante, interior de Santiago, para a apresentação dos principais resultados das formações e estágios profissionais do IEFP e dos programas da Proempresa.

OM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos