Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Encerramento de Escolas: MpD considera declarações do PAICV uma tentativa de política “populista e irresponsável”

Cidade da Praia, 23 Set (Inforpress) – A vice-presidente do GP do MpD refutou hoje as declarações do PAICV que classifica de “desumana” a decisão de encerrar escolas na localidade de Veneza e Cambodjana, em São Domingos, e considerou uma tentativa de política “populista e irresponsável”.

Em declarações à Inforpress, hoje na Praia, a deputada do Grupo Parlamentar (GP) do Movimento para a Democracia (MpD, poder) eleita pelo círculo eleitoral de Santiago Sul, Isa Rodrigues, lamentou a postura do deputado Manuel Brito do PAICV, dizendo que “quem é professor não pode considerar o acto de agrupar e incluir alunos como sendo desumano”.

“Ontem, infelizmente, vimos um PAICV desnorteado, igual a si mesmo, sem agenda nenhuma, tentando fazer política de forma muito populista e irresponsável, usando o bom nome das gentes humildes das localidades de Veneza e Cambodjana no concelho de São Domingos”, disse.

Isa Rodrigues refutou as declarações do PAICV, levando em conta que neste momento a localidade de Veneza conta com apenas quatro alunos, e a localidade de Cambodjana tem apenas sete alunos ambos do Ensino Básico, o que não justifica criar turmas com apenas um aluno. Acrescentou ainda que não é impossível trabalhar nestas condições, mas que para o Ministério da Educação (ME) mais do que ter uma educação, é ter uma educação de qualidade.

“Acredito que não há nenhum encarregado da educação, que gostaria de ver o seu filho sozinho a assistir as aulas de manhã ao meio-dia, numa turma monótona e sem dinâmica nenhuma, diante destas situações, o ME, através da delegação local, apresentou soluções credíveis e já estão a ser efetivadas e os pais estão extremamente contentes”, acrescentou.

Segundo a deputada, o ME, numa parceria tripartida com a Ficase e a Câmara Municipal de São Domingos têm transportado diariamente esses alunos, para uma escola mais perto, ou seja, os alunos de Veneza vão para Ribeirão Chiqueiro e de Cambodjana vão para Fontes de Almeida, que são localidades vizinhas.

Sublinhou ainda que os mesmos [alunos] vão acompanhados da cozinheira, que depois das aulas deixa cada um na sua respectiva casa com maior segurança possível.

ES/ZS

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos