Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Empresários do Fórum Macau inteiram-se das oportunidades de negócios em Cabo Verde

Cidade da Praia, 27 Jun (Inforpress) – Uma delegação do Fórum Macau que integra    representantes do Departamento do Comércio da Província de Qingdao e as empresas chinesas iniciou hoje uma visita de dois dias a Cabo Verde, para se inteirar da oportunidade de negócios no arquipélago.

Segundo a presidente da Cabo Verde TradeInvest, Ana Lima Bárber, esta visita acontece na sequência do último encontro promovido pelo Fórum Macau em Março de 2018, para celebrar os 15 anos do fórum, momento em que foi aprovado o plano de acção visando o reforço da cooperação económica e empresarial entre a China e os Países da CPLP.

“Portanto o objectivo da visita desta delegação é dar a conhecer quais são as actividades previstas no plano de acção para este ano, e também escolher quais é que podem ser as oportunidades de negócios que temos, e no fundo concluir as parcerias em termos de investimentos”, explicou Ana Lima Bárber.

A delegação inclui representantes de um grupo de empresas de Qingdao, uma cidade da China com uma forte componente industrial, com a qual a Cabo Verde Tradeinvest assinou um memorando de entendimento, no ano passado que permite que o sector privado cabo-verdiana possa ter acesso a essas empresas e possam trabalhar em parceria.

“É uma forma de atrair investimento para o país, mas também é uma forma de promover Cabo Verde. Como sabem muitos dessas empresas nunca ouviram falar de Cabo Verde.  Através desse memorando, da entrada dos empresários cabo-verdianos nessa plataforma, os empresários começam a perceber onde Cabo Verde está e quais são as condições que oferecem”, disse.

Durante a sua estada em Cabo Verde a delegação chinesa terá a oportunidade de conhecer os projectos cabo-verdianos, manter contactos directos com as empresas do mesmo ramo e conhecer as atractividades que Cabo Verde oferece a outros níveis.

“Nós vamos apresentar um país africano que tem acesso ao mercado da CEDEAO, aos mercados dos EUA através do AGOA e que tem parceria especial com União Europeia”, realçou, lembrando também das atractividades fiscais.

Segundo a presidente da Cabo Verde TradeInvest, os empresários podem investir directamente em Cabo Verde, como podem através das empresas cabo-verdianas também expandir os seus negócios para outros países.

Na sua perspectiva a vinda desses empresários ao arquipélago e aos outros países da CPLP é um sinal “muito forte” que o Fórum Macau está a dar, ou seja, de que há uma abordagem diferente que se quer concretizar.

“O nosso trabalho como porta de entrada de todo o investimento e de exportação tem sido um trabalho de uma certa proactividade de ir atrás, de buscar e de mostrar. Nós queremos é a concretização dos projectos. O sector privado do meu país precisa ver concretizado os seus projectos”, realçou.

A delegação é integrada por 15 elementos do Fórum Macau, do Departamento do Comércio da Província Qingdao da China e representes das empresas chinesas.

MJB/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos