Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Empresário David Chow assina acordo para abrir banco em Cabo Verde

 

Cidade da Praia, 06 Jun (Inforpress) – O empresário de Macau David Chow assinou um memorando de entendimento com o Governo de Cabo Verde para abrir um banco no arquipélago, onde também está a construir um empreendimento turístico com casino.

O acordo foi anunciado segunda-feira pelo representante de Cabo Verde junto do Fórum de Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, Mário Vicente, através de um comunicado, citado pelo site do jornal Ponto Final.

A assinatura do documento decorreu durante a Cimeira sobre a construção de Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, no dia 31 de Maio. O memorando foi assinado por Tânia Romualdo, embaixadora de Cabo Verde em Pequim, e David Chow, na condição de presidente da empresa Legend Globe Investment Company.

O banco vai ter a denominação de Banco Sino-Atlântico e vai ficar localizado na Cidade da Praia, tendo como objectivos “contribuir para o desenvolvimento do sistema financeiro da República de Cabo Verde, dar apoio às pequenas e médias empresas do País, facilitar os pagamentos locais e internacionais” e “apoiar a política monetária” do Governo cabo-verdiano.

Ainda segundo o Governo de Cabo Verde, o sector da banca é neste momento considerado “importante e prioritário” para o desenvolvimento da economia cabo-verdiana.

Segundo a mesma fonte, a empresa de David Chow tem agora o prazo de seis meses para apresentar junto do Banco de Cabo Verde um projecto e o pedido para a constituição e abertura do Banco Sino-Atlântico.

Desde Fevereiro de 2016 que decorrem no arquipélago as obras levadas a cabo pelo empresário de Macau para a abertura de um hotel com casino, marina e centro de convenções, na Cidade da Praia.

Além destes projectos, Cabo Verde reafirma abertura para captar “mais e melhores investimentos directos chineses”, com o objectivo de dinamizar a “economia e consequentemente o desenvolvimento sustentável e diversificação” do tecido económico.

Esta nova proposta de investimento “num sector considerado importante e prioritário para o processo de desenvolvimento da economia cabo-verdiana” vem alargar os negócios de David Chow no país lusófono, onde o empresário está a construir um complexo turístico, que inclui um ‘hotel-resort’, marina, centros de convenções e casino.

Trata-se do maior empreendimento turístico previsto para o país, resultante de um investimento do grupo Macau Legend, estimado em 250 milhões de euros – cerca de 15% do Produto Interno Bruto de Cabo Verde.

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos