Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Embaixadores cessantes da Guiné-Bissau e Senegal condecorados com a medalha de mérito

Cidade da Praia, 22 Jul (Inforpress) – Os embaixadores cessantes da Guiné-Bissau e Senegal foram condecorados hoje, na Praia, pelo Presidente da República, com medalha de mérito, na cerimónia de despedida dos cargos de representantes diplomáticos dos respectivos países em Cabo Verde.

Na ocasião, M’Bala Fernandes disse que é com “profunda honra” que recebe esta “singela e reconhecida homenagem” por tudo aquilo que foi feito a nível diplomático depois da instalação, em 2018, da embaixada da Guiné-Bissau em Cabo Verde.

“É com profunda honra que neste momento recebo a medalha de mérito por aquilo que nós fizemos desde a instalação da embaixada até a data presente”, notou o diplomata

O primeiro embaixador residente da Guiné-Bissau no País, apontou que durante esses três anos houve uma “mudança de paradigma”, com o término de uma diplomacia assente no eixo “Dacar-Bissau e Bissau Praia”, para uma comunicação fluída Bissau-Praia, com a instalação das duas embaixadas.

“Trata-se de um marco histórico indelével, inquebrantável e que jamais a história apagará (…) e ficará nos anais da diplomacia da Guiné-Bissau e Cabo Verde”, considerou M’Bala Fernandes, ressaltando a troca de visitas oficiais dos dois Presidentes da República.

Em jeito de balanço, frisou que o seu mandato foi elencado no eixo político e diplomático, nas relações culturais e históricas, nas comunidades e na diplomacia económica, enaltecendo, neste particular, a retoma das ligações marítimas entre os dois países.

Em Novembro de 2020, o Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló, exonerou M’Bala Fernandes do cargo de embaixador da Guiné-Bissau em Cabo Verde e foi nomeado para o mesmo cargo no Brasil.

M’Bala Fernandes foi nomeado embaixador da Guiné-Bissau em Cabo Verde pelo antigo Chefe de Estado guineense José Mário Vaz, em Novembro de 2017.

Por sua vez, a embaixadora cessante do Senegal, Seynabou Dial, ressaltou o nível de cooperação “histórica” entre os dois países e classificou de “honrosa” o facto de ter trabalhado num país respeitado e apreciado pelos valores de abertura, da tolerância, dos respeitos dos direitos humanos, da promoção da paz, amizade e solidariedade internacional.

OM/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos