Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Embaixadora da União Europeia visita ilha do Maio acompanhada dos embaixadores dos Estados-membros

Porto Inglês, 11  jun (Inforpress) – A embaixadora da União Europeia  e os embaixadores dos Estados-membros da UE residentes em Cabo Verde, da Equipa Europa,  visitam a Ilha do Maio sábado, 12, e domingo, 13, para, entre outros pontos, lançar o projecto “Maio 2025”.

De acordo com a agenda dos trabalhos,  a Equipa Europa assinala com a Câmara Municipal do Maio e vários parceiros da sociedade civil, entre eles o Instituto Marquês Valle Flor, a Associação de Defesa do Património de Mértola e a Fundação Maio Biodiversidade,  o “empenho conjunto” no programa de desenvolvimento territorial “Maio 2025”, com a contribuição europeia no montante de 3 milhões de euros.

Do leque das acções previstas no âmbito do “Maio 2025”,  prevê-se a criação de um Centro de Negócios na ilha, a qualificação profissional de jovens, acções de conservação ambiental e o reforço da sensibilização e educação na adolescência, muitas outras.

Com este financiamento, de acordo com uma nota de imprensa, aquele organismo pretende reforçar um modelo de turismo sustentável e contribuir para a consolidação do tecido económico e social, reforçando a integração da comunidade local na economia do turismo da ilha.

A mesma fonte realça ainda que a União Europeia procederá ao  encerramento do projecto de turismo solidário e comunitário da ilha do Maio, que trabalhou na dinamização de actividades económicas tradicionais e revitalização do empreendedorismo jovem.

A  União Europeia e os  Estados-membros, da Equipa Europa, em parceria com as autoridades nacionais, a Câmara Municipal do Maio e outros parceiros, fizeram nos últimos anos “investimentos importantes” na ilha, entre eles a requalificação urbana em vários pontos da ilha, incluindo na zona ribeirinha, a melhoria no acesso à água e saneamento, a construção de um centro de interpretação das Salinas e reabilitação de escolas.Para além das infra-estruturas, também foram reforçadas várias cooperativas, actores económicos, ambientais e culturais.

A Equipa Europa pretende continuar a investir na ilha do Maio,  nos próximos anos, mas com  foco num modelo de “crescimento económico verde e inclusivo”, centrando-se em quatro pilares fundamentais, como turismo verde e criação de emprego, energias renováveis, acesso generalizado à água, bem como saneamento e economia azul.

A promoção da Economia Verde é uma ambição partilhada pela União Europeia e Cabo Verde, pelo que se almeja este modelo de desenvolvimento mais sustentável, visando diferenciar e potenciar o Maio em relação a outros mercados turísticos.

WN/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos