Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Emanuel José Pinto e Lobo enaltece a cooperação entre Cabo Verde e Portugal no domínio da defesa

 

Cidade da Praia, 15 Set (Inforpress) – O adido de defesa junto da Embaixada de Portugal, na Praia, Capitão-de-Mar-e-Guerra, Emanuel José Pinto e Lobo, condecorado hoje pelo Governo com a Medalha de Serviços Relevantes de 2.ª Classe, enalteceu a cooperação entre os dois países, mormente no domínio da defesa.

Na sua intervenção, depois de receber a distinção das mãos do ministro da Defesa, Luís Filipe Tavares, o homenageado disse que esta “honra” é extensível” às próprias Forças Armadas Portuguesas, porquanto é o reflexo da relação de cooperação e amizade entre os dois países, em particular no domínio da defesa.

“Esta cooperação já é antiga e tem-se acentuado nos últimos anos no trabalho e esforço conjunto das autoridades cabo-verdianas, em especial das chefias das Forças Armadas e da Direcção Nacional da defesa de Portugal”, notou.

Conforme realçou, de uma cooperação estritamente tecno e militar, baseada de acções de formações do pessoal e assessoria técnica, evolui-se para uma verdadeira cooperação no domínio da defesa, abrangendo áreas como a segurança marítima, intervenções de militares de Cabo Verde em contingentes de portugueses em missões de assistência humanitária e em salvamento aéreo.

O projecto de apoio à Guarda Costeira e aos fuzileiros navais, a segurança marítima e qualificação dos recursos humanos foram outros sectores de cooperação apontados por   Emanuel José Pinto e Lobo, no âmbito da cooperação entre os dois países no domínio da defesa.

“A cooperação do domínio da defessa é o reflexo da amizade e espírito de cooperação que sempre existiu nas relações entre Portugal e Cabo Verde”, frisou o homenageado.

Por ser turno, o ministro da Defesa, Luís Filipe Tavares, disse que essa condecoração é o reconhecimento do “extraordinário papel” desempenhado por este militar no incremento das relações de cooperação no domínio da defesa entre Portugal e Cabo Verde.

“Este acto é também uma homenagem à amizade e às notáveis relações de cooperação entre os dois povos e países unidos por uma história e uma cultura comum, toldada por uma mesma língua e o mesmo oceano”, realçou o ministro.

Luís Filipe Tavares, frisou, ainda, que as relações entre os dois países atravessam um momento “muito bom”, particularmente no domínio da defesa, apontado que os Governos estão “paulatinamente” a dar conteúdo à uma ambiciosa parceria estratégica.

E prova disso, realçou, é a recente assinatura do programa estratégico de cooperação para o quinquénio 2017-2021, aquando da cimeira luso-cabo-verdiana, bem como o programa de cooperação no domínio da defesa que estabelece as acções a serem materializadas durante este período.

O ministro terminou a sua intervenção lembrando que, a partir de 2018, Cabo Verde e Portugal vão assumir a presidência e o secretariado executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), tendo elegido a cultura como tema central.

Com tal distinção, o titular da pasta da Defesa pretende reconhecer como relevantes os serviços prestados pelo Capitão-de-Mar-e-Guerra, Pinto e Lobo, pelo significativo contributo que deu para o incremento e o estreitamento dos vínculos de amizade e cooperação entre Cabo Verde e Portugal, mormente no sector da Defesa, ao longo dos três anos em que exerceu o cargo de Adido de Defesa.

A Medalha de Serviços Relevantes destina-se a galardoar serviços de carácter militar relevantes ou actos notáveis de qualquer natureza, ligados à vida das Forças Armadas ou da Nação e pode, a título excepcional, ser concedida a civil ou a estrangeiro.

OM/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos